Otan assina protocolo de adesão de Finlândia e Suécia

Com a assinatura, começa o processo de ratificação pelos parlamentares dos países-membros da Otan | Reprodução/Twitter


A Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) assinou, nesta 3ª feira (5.jul), o protocolo de adesão da Finlândia e Suécia. O documento, que ainda precisa passar pelo aval dos parlamentos dos países-membros, permite que as nações se juntem à aliança militar, resultando na expansão mais significativa do bloco.

"Um dia histórico para a segurança euro-atlântica, já que todos os 30 Aliados assinam os Protocolos de Adesão para a Finlândia e Suécia", disse o secretário-geral da Otan, Jens Stoltenberg. "Com 32 nações ao redor da mesa, estaremos mais fortes e seguros, pois enfrentamos um mundo mais perigoso", completou.

A adesão dos países nórdicos foi criticada inicialmente pela Turquia, que vinha manifestando forte oposição a ambas candidaturas. No fim de junho, no entanto, o governo anunciou um acordo com as nações, que incluiu um endurecimento das leis sobre abrigar militantes curdos - considerados uma ameaça para o país.

Com a assinatura, começa o processo de ratificação pelos parlamentares dos países-membros da Otan. Apesar de levar algum tempo, Stoltenberg, afirmou esperar que o processo não seja demorado, uma vez que os aliados estão prontos para a adesão. No geral, o recurso pode levar até um ano.

Postar um comentário

0 Comentários