Slider[Style1]

Style10

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]

Criança de 9 anos morre após ser atingida por tiro de espingarda em Trindade (PE)



(Foto: Ilustrativa - Reprodução / Internet)

Uma criança de 9 anos morreu após ser atingida no rosto por um tiro disparado acidentalmente por um menor de idade, enquanto eles brincavam. A tragédia aconteceu na sexta-feira (1),no município de Trindade, Sertão de Pernambuco.

O menor disse aos policiais que encontrou a arma, uma espingarda artesanal, enterrada em um terreno que pertence ao padrasto dele. Segundo o menor, ao mexer na arma, ela disparou, atingindo a outra criança.

A Polícia Civil convocou os responsáveis pelo menor pra prestar depoimento. A arma foi apreendida. As informações são do G1 Petrolina.

Espanha tem ritmo de mortes menor por coronavírus e reduz isolamento



Foto: SUSANA VERA

A Espanha, um dos países mais atingidos pela epidemia global do coronavírus, começou a afrouxar nesta segunda-feira (13) as restrições duras do isolamento, que mantiveram as pessoas em casa durante mais de um mês e frearam a atividade econômica.

O número cumulativo de mortes causadas pelo novo coronavírus chegou a 17.489 hoje, 517 acima das 16.972 desse domingo, disse o Ministério da Saúde. Os casos confirmados totalizaram 169.496, ante os 166.019 do dia anterior.

Foi o menor aumento diário proporcional de mortes e novas infecções.

Como há sinais de melhora dos números, alguns negócios tiveram permissão de reabrir, como a construção e a manufatura.

Mas a maior parte da população continua confinada em suas casas. Lojas, bares e espaços públicos permanecerão fechados pelo menos até 26 de abril.

Pessoas presentes em grandes polos de transporte receberam máscaras da polícia ao sair para trabalhar na manhã de hoje.

"A saúde dos trabalhadores precisa ser garantida. Se isso for minimamente afetado, a atividade não pode recomeçar", disse o ministro do Interior, Fernando Grande-Marlaska, à Rádio Cadena Ser.

As restrições do isolamento ajudaram a desacelerar um índice de mortalidade crescente, que chegou ao pico no início de abril, mas testaram a determinação de pessoas retidas em casa.

"Você finalmente se convence de que estamos em casa por uma boa causa", disse Benito Guerrero, consultor de comunicação, 28 anos, ainda isolado em Madri.

Só alguns usuários do transporte interurbano entravam e saíam da estação de trem madrilenha de Atocha, normalmente movimentada, na manhã desta segunda-feira. O tráfego também era leve nas ruas, onde o que mais se via eram ônibus da rede pública.

Carlos Mogorrón Flores, engenheiro civil de 27 anos de Talarrubias, em Extremadura, planejava voltar ao trabalho nesta terça-feira (14), mas disse que isso ainda é arriscado.

"Teria preferido esperar mais 15 dias confinado em casa, ou ao menos mais uma semana, e depois voltar. Você sempre fica com medo de pegar (o vírus), e ainda mais sabendo que sua vida pode estar em perigo, ou dos seus parentes", disse.

O primeiro-ministro espanhol, Pedro Sánchez, disse no domingo que a decisão de reativar alguns setores foi tomada depois de consulta a um comitê de especialistas. Qualquer relaxamento adicional dependerá dos avanços na luta contra o vírus. As informações são da Agência Brasil.

Menor é apreendido com arma de fogo no Projeto n-9, em Petrolina (PE)



Foto: 2° Biesp / Reprodução

Um menor, que não teve o nome divulgado, foi apreendido na quinta-feira (09) com uma espingarda calibre 28 no Projeto de Irrigação Senador Nilo Coelho N-9 em Petrolina (PE). De acordo com o 2° Biesp que realizou a operação, populares informaram que o suspeito estaria ameaçando pessoas que transitavam perto da rua B.

Após as informações sobre as características do menor a polícia conseguiu encontrar o indivíduo. Ao ser questionado ele informou onde estava a arma. O menor foi encaminhado à delegacia juntamente com seu responsável. A espingarda foi apreendida. As informações são do Blog Edenevaldo Alves.

Inflação desacelera para 0,07%, a menor para março desde o início do Plano Real



Foto: Eduardo Peret/Agência IBGE Notícias

A inflação oficial do país desacelerou para 0,07% em março, depois de registrar alta de 0,25% em fevereiro, segundo o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), divulgado hoje (9) pelo IBGE. Esse é o menor resultado para o mês de março desde o início do Plano Real, em julho de 1994. No ano, o indicador acumula alta de 0,53% e, nos últimos 12 meses, 3,30%.

O IPCA mostra que comer em casa ficou mais caro. Os preços do grupo alimentos e bebidas aceleraram de 0,11% em fevereiro para 1,13% em março, principalmente por conta da alimentação no domicílio (1,40%). “Os números sugerem que as pessoas estão comprando mais para se alimentar em casa, o que indica que não estão saindo para comer”, comentou o gerente da pesquisa, Pedro Kislanov.

As maiores altas foram registradas nos preços da cenoura (20,39%), da cebola (20,31%), do tomate (15,74%), da batata-inglesa (8,16%), do ovo de galinha (4,67%). Já as carnes caíram (-0,30%) pelo terceiro mês consecutivo, embora o recuo nos preços tenha sido menos intenso na comparação com fevereiro (-3,53%).

A maioria dos outros grupos que compõem o indicador também registraram alta, com destaque para educação (0,59%), que apresentou a segunda maior variação positiva, seguida da habitação (0,13%), vestuário (0,21%), saúde e cuidados pessoais (0,21%) e comunicação (0,04%). Despesas pessoais recuou 0,23%.

Embora a maior deflação tenha sido registrada nos artigos de residência (-1,08%), a maior contribuição negativa (-0,18 p.p.), que puxou a inflação para baixo, foi do grupo dos transportes (-0,90%), com mais um recuo nos preços das passagens aéreas (-16,75%) e dos combustíveis (-1,88%). Todos os combustíveis caíram em março: etanol (-2,82%), óleo diesel (-2,55%), gasolina (-1,75%) e gás veicular (-0,78%).

Os preços das passagens aéreas já vinham em queda nos últimos meses. Por isso, ainda não é possível afirmar se o recuo deste mês tem relação com o coronavírus. “A variação de março reflete uma coleta de preços que foi feita em janeiro para quem ia viajar de avião no mês de março, portanto, não podemos afirmar se há relação com a pandemia. Parece que foi pela demanda mesmo”, disse Kislanov.

Quatro regiões tiveram deflação

Entre as 16 áreas pesquisadas pelo IBGE, quatro tiveram deflação em março. O menor índice ficou com Goiânia (-0,74%), por conta das quedas nos preços da energia elétrica (-6,67%) e da gasolina (-3,25%). Em seguida vem Porto Alegre (-0,32%), Brasília (-0,22%) e Belém (-0,16%).

Já o maior resultado foi registrado no município de Campo Grande (0,56%), em função das altas no tomate (21,20%) e na gasolina (0,52%). Rio de Janeiro (0,46%), Aracaju (0,41%), São Luís (0,37%) e Recife (0,31%) também apresentaram as maiores taxas de inflação.

INPC tem alta de 0,18% em março

O IBGE divulgou também o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), referente às famílias com rendimento de um a cinco salários mínimos. O indicador teve alta de 0,18% em março, acima do 0,17% registrado em fevereiro. No acumulado do ano, o INPC variou 0,54% e, nos últimos 12 meses, teve alta de 3,31%.

Coleta de preços remota

Essa é primeira divulgação do IPCA e do INPC feita com preços coletados de forma remota. No último dia 18 de março, o IBGE suspendeu a coleta presencial nos locais de compra devido à pandemia do coronavírus. A partir dessa data, os preços passaram a ser coletados por outros meios, como pesquisas realizadas em sites de internet, por telefone ou por e-mail.

Segundo Pedro Kislanov, a suspensão da coleta presencial reduziu a quantidade de preços coletados, mas isso não gerou problemas para a análise. “Conseguimos contornar as dificuldades com a coleta remota. Em alguns casos, a resposta foi muito positiva, como nos postos de combustíveis, em que boa parte dos preços foram coletados por telefone. Assim como outros institutos de estatísticas do mundo, estamos buscando maneiras de evitar uma redução drástica da nossa amostra”, concluiu ele. As informações são da Agência IBGE.

Polícia apreende drone utilizado por um menor sem autorização no Carnaval de Juazeiro (BA)



(Foto: Polícia Militar/Divulgação)

Policiais militares da CIPE-CAATINGA, durante o Carnaval de Juazeiro (BA), visualizaram um drone sobrevoando o circuito, após localizar o local de pouso e decolagem e abordaram um menor que realizava a operação em desconformidade com a legislação.

O piloto apresentou o Registro de Homologação na ANATEL e Cadastro da ANAC, deixando de apresentar os demais documentos necessários à operação, como Seguro RETA, Análise de Risco, Manual de VOO do equipamento, e Solicitação/autorização de VOO no SARPAS/DECEA.

Por ser menor, ele não poderia está realizando a operação no circuito do carnaval. O adolescente foi conduzido à Delegacia de Polícia do circuito momesco para adoção das medidas conforme legislação. As informações são do Blog Edenevaldo Alves.

Menor suspeito de arrastão em bairros de Juazeiro (BA) é apreendido pela polícia

Foto: PETO 76/ Divulgação

A Polícia Militar (PM) apreendeu nesta segunda-feira (16) um adolescente suspeito de realizar arrastão nos bairros Piranga e Codevasf, em Juazeiro (BA). Segundo o boletim, ele foi apreendido próximo à Câmera de Vereadores, tentando se desfazer dos roubos e de uma arma de fogo. O menor acabou confessando os crimes.

De acordo com a polícia, uma equipe da PM fazia patrulhamento no Bairro Piranga, quando foi acionada por populares que tinham perdido celulares, carteiras e dinheiro em um assalto naquela região. Através da descrição feita pelas vítimas, os PMs conseguiram encontrar o acusado, que jogou o material roubado e o revólver calibre 32 (com cinco munições intactas e uma deflagrada) dentro de um cercado.

O adolescente é morador da comunidade Alto da Aliança, mas confessou ainda ter assaltado várias pessoas, também na tarde de ontem, no Bairro Codevasf. Na delegacia, constatou-se que o jovem acumula passagens pela polícia por crimes como furto, roubo e tráfico de drogas. As informações são do Blog do Carlos Britto.

Mulheres estudam mais no Brasil, mas têm renda 41,5% menor que homens, diz ONU

(Foto: Reprodução / TV Globo)

O Índice de Desenvolvimento de Gênero (IDG), divulgado pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud) nesta segunda-feira (9), aponta que as mulheres no Brasil estudam mais, porém possuem renda 41,5% menor que os homens.

O IDG aponta os mesmos indicadores do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) — de saúde, educação e renda — em 166 países, mas com separação por sexo. O IDH do Pnud também foi divulgado nesta segunda e coloca o Brasil na 79ª posição, com 0,761. Medido anualmente, o IDH vai de 0 a 1 – quanto maior, mais desenvolvido o país.

O IDH para mulheres mostrou que as brasileiras estão em melhores condições de saúde e educação que os homens, mas ficam abaixo quando o assunto é renda bruta.

No Brasil, as mulheres têm mais anos esperados de escolaridade (15,8 frente a 15 dos homens) e maior média de anos de estudo (8,1 anos contra 7,6 dos homens). A Renda Nacional Bruta (RNB) per capita, medida anualmente, da mulher, no entanto, equivale a US$ 10.432 contra US$ 17.827 do homem, com base em números de 2018.

Pelo levantamento, o IDH dos homens foi de 0,761 e o das mulheres de 0,757, o que gera um IDG, que mede a desigualdade entre os gêneros, de 0,995. O valor é menor que o de países como Uruguai (1,016), Rússia (1,015) e Venezuela (1,013), e maior que o de Argentina (0,988), Colômbia (0,986) e África do Sul (0,984).

O IDG também indicou, no Brasil, maior esperança de vida ao nascer para mulheres, de 79,4 anos de idade, contra os 72 previstos para o homem.

Poucos assentos para mulheres no Parlamento

O Relatório de Desenvolvimento Humano indica, ainda, o chamado Índice de Desigualdade de Gênero (GII, da sigla em inglês), que aponta as desigualdades em três dimensões: saúde reprodutiva, empoderamento e atividade econômica. Por este índice, que quanto mais perto de 0, melhor, o Brasil fica na 89ª posição entre 162 países, com 0,386.

O levantamento mede a saúde reprodutiva pela mortalidade materna e pelas taxas de natalidade na adolescência. O empoderamento é medido pela parcela de assentos no parlamento ocupada por mulheres e pelo ensino médio e superior completos por cada gênero. Já a atividade econômica é medida pela taxa de participação no mercado de trabalho por mulheres e homens.

Neste quesito, chama a atenção a baixa participação de mulheres no Parlamento. Segundo o levantamento, esse valor foi de 15% em 2018. O índice é menor até que o da Nigéria, país com menor IDH do mundo, onde as mulheres ocupam 17% dos assentos no Parlamento. As informações são do G1.

Polícia apreende menor de idade com cocaína e maconha no Terras do Sul em Petrolina (PE)

Drogas apreendidas de posse de menor de idade em Petrolina — Foto: Divulgação/ 2º Biesp

Um menor de idade foi apreendido na segunda-feira (28) com cocaína e maconha, no bairro Terras do Sul, em Petrolina, no Sertão de Pernambuco. De acordo com o 2º Batalhão Integrado Especializado (2º Biesp), o jovem apresentou atitude suspeita e foi realizada uma abordagem. Durante a revista, foram encontrados dois pinos contendo cocaína.

O jovem conduziu os policiais até sua casa e um cão farejador confirmou que havia entorpecentes no local. Foram localizados 287 pinos contendo cocaína, pesando ao todo 279 gramas, além de três trouxinhas de cocaína, pesando 20 gramas, e 200 pinos vazios. Também haviam 86 gramas de maconha.

O acusado foi conduzido para a delegacia junto com os objetos apreendidos para serem realizados os procedimentos legais. As informações são do G1 Petrolina.