Slider[Style1]

Style10

impostometro de Petrolina

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Publicidade

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]




Com o objetivo de garantir a segurança alimentar da população petrolinense, começou nesta terça-feira (21) no município uma operação da Agência Municipal de Vigilância Sanitária (AMVS) para intensificar a fiscalização do comércio de carne no município.

Nesse primeiro dia, foram apreendidos, em um estabelecimento do bairro Pedro Raimundo, produtos comercializados de forma clandestina por não possuírem registro, e inadequados para a venda: 47,5kg de linguiça bovina apimentada; 44,6kg de linguiça caseira grossa de frango; 22,3kg de linguiça caseira de pernil; 3,1kg de peito de frango com embalagem aberta e 60kg de frango temperado (no próprio estabelecimento de venda).

Segundo a veterinária da agência, Ana Isabel Arraes, estão sendo observados, além do registro do produto, a temperatura em que estão sendo conservados os itens e as questões higiênicas sanitárias do local.





“Estamos observando todos os itens que garantam a segurança alimentar do consumidor. O ideal é que observe se a carne tem registro municipal, estadual ou federal. Vale lembrar que a população também possui um papel importante na fiscalização. É importante que olhe a cor da carne, a temperatura, data de validade, a embalagem e na dúvida é melhor não comprar o produto”, explicou.


As denúncias de irregularidades podem ser realizadas pelo telefone (87) 3864-2738 ou da Ouvidoria 156.


A operação vai continuar durante toda a semana em supermercados e frigoríficos da cidade. (Ascom PMP)

Sobre montieur monteiro

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário

Recomendados Para Você