Slider[Style1]

Style10

impostometro de Petrolina

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Publicidade

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]

(Reprodução / Pe.gov)


A parceria da Central de Transplantes de Pernambuco (CT-PE) com a Força Aérea Brasileira (FAB) beneficia mais um paciente em fila de espera por órgão no Brasil. Dessa vez, a FAB veio até o município de Caruaru, na noite do último domingo (02/04), para levar um fígado para o Rio de Janeiro, onde foi feito o procedimento. Essa é a primeira vez da FAB na capital do Agreste
O trabalho de captação do órgão foi feito pela equipe da Organização de Procura de Órgãos (OPO) do Hospital Mestre VItalino (HMV), onde o doador estava internado e que é a responsável pela busca de doadores naquela região. Já o procedimento foi realizado por uma equipe multiprofissional no Hospital Regional do Agreste (HRA).
O órgão foi ofertado para os pacientes pernambucanos. Como não havia compatibilidade, buscou-se pacientes em fila de outros Estados. No caso do fígado, é necessário ter compatibilidade sanguínea e antropométrica. Após a retirada do órgão do doador, é necessário fazer o transplante em até 12 horas.
Transplantes de fígado - Entre janeiro e fevereiro deste ano, foram realizados 18 transplantes de fígado em Pernambuco. O quantitativo foi 13% maior do que o mesmo período de 2016, com 16 procedimentos.

Sobre montieur monteiro

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário

Recomendados Para Você