Slider[Style1]

Style10

impostometro de Petrolina

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Publicidade

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]

Padastro acusado do crime (Foto: Reprodução/ TV Grande Rio )



Uma audiência de instrução preliminar realizada nesta sexta (21), no fórum Doutor Manoel de Souza Filho, decidiu que irá a júri popular, o padrasto suspeito de matar espancado o enteado de dois anos no mês de abril em Petrolina, no Sertão de Pernambuco. Para pedir justiça, parentes e amigos do menino Vinícius Santos ocuparam a entrada do fórum da cidade. O júri foi agendado para o dia 8 de agosto.

Na audiência, foram ouvidas testemunhas, o acusado e a mãe da vítima. Viviane dos Santos, de 21 anos, espera que o caso seja resolvido e que o ex-companheiro seja condenado. "Agora eu espero que ele seja julgado pelo que ele fez, e que ele possa pagar. Isso não vai trazer o Vini de volta, mas ele vai ficar preso, para ele não possa fazer isso com outra criança ou com outra pessoa", relatou.

O crime

Segundo a Polícia Civil, o menino de dois anos, teria sido espancado pelo padrasto no dia 22 de abril em casa no dia, enquanto a mãe trabalhava. A criança chegou a ser levada ao Hospital Universitário, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no dia seguinte. O soldado do exército, de 19 anos, suspeito do crime, foi detido e levado para o batalhão do exército.

O padastro contou que agrediu a criança após ver que ela tinha defecado próximo à pia da cozinha. Ao questionar o garoto, deu empurrões e chutes nele e ainda o jogou contra a parede. A criança chegou a bater com a cabeça na parede e desmaiou após as agressões. Informações do G1 Petrolina.

Sobre montieur monteiro

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário

Recomendados Para Você