Slider[Style1]

Style10

impostometro de Petrolina

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]

(fotos: Sérgio Sá)



O sol ainda não tinha raiado nesta quinta-feira (21) quando a Philarmônica 21 de Setembro saiu pelas ruas da cidade anunciando os 122 anos de Petrolina. Seguindo a tradição, a alvorada realizada pela orquestra partiu às 5h30, da Praça 21 de Setembro rumo às principais ruas do centro histórico de Petrolina.

Durante cortejo pela Petrolina Antiga, alguns moradores abriram suas janelas dando as boas vindas e reverenciando a banda que trazia a representatividade da data festiva. O coro que ecoava pelas ruas da cidade também foi acompanhado por dezenas de petrolinenses que acordaram cedo e não perderam tempo para iniciar as comemorações do aniversário de Petrolina.

Acompanhada pelo secretário executivo, Cássio Lucena, a secretária de Cultura, Turismo e Esportes, Maria Elena de Alencar, acompanhou todo o trajeto e ressaltou a beleza do momento tradicional. “A cultura e a história se constroem juntas e este é um momento ímpar, a música, a alegria e o amor das pessoas pela nossa cidade estão sendo contados aqui através dos clarins e dos tambores da nossa orquestra. Nesta gestão do prefeito Miguel Coelho temos proporcionado estes momentos, ontem vimos o novo com os shows na orla e agora assistimos aqui a tradição em um momento em que os petrolinenses rezam pela prosperidade da nossa Petrolina”, disse a gestora da pasta.

A alvorada também fez uma parada na residência do maestro, Fernando Rego, que recebeu os músicos com emoção.




Philarmônica em festa - Além do aniversário da cidade, a Orquestra Philarmônica 21 de Setembro tem um motivo a mais para festejar: este ano, a banda tradicional de Petrolina completa 107 anos de existência.

Em nova fase, uma das mais antigas expressões musicais de Petrolina, ganha evidência com seu corpo musical - que antes era composto por 14 músicos - e recentemente ampliou para 60 o número integrantes entre técnicos e músicos.

A data traz orgulho aos integrantes da Philarmônica, como destaca o maestro, Hélio Lima. “Sem dúvida é uma data muito especial tanto para a cidade quanto para nós que fazemos parte da banda. É uma grande emoção participar desta festa e alegrar as pessoas numa data tão especial porque a Philarmônica tem uma grande significação para a história de Petrolina, então é uma honra estar à frente de uma orquestra desta com músicos que também trazem a alegria de fazer parte desta história”, revelou o maestro.

Fundada em 1910 por Juvêncio Rodrigues Coelho, a Philarmônica 21 de Setembro foi regida inicialmente pelo maestro Ciciliano Carvalho e contou com a colaboração de figuras ilustres como a petrolinense, Adelaide Ribeiro, o literato Cid Carvalho, entre outros.



Magnólia Costa: Assessora de Comunicação


Sobre Petrolina News

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário

Recomendados Para Você