Slider[Style1]

Style10

impostometro de Petrolina

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]

Revista em presídio no Recife resultou na apreensão de armas de fogo, munições, bebidas alcoólicas, armas brancas, drogas e celulares (Foto: Sindasp-PE/Divulgação)


Uma confusão após uma revista que encontrou duas armas de fogo no Presídio Juiz Antonio Luiz Lins de Barros, no Complexo do Curado, na Zona Oeste do Recife, deixou cinco detentos feridos nesta quarta-feira (29). De acordo com a Secretaria Executiva de Ressocialização (Seres), os presos feridos foram encaminhados para o Hospital Otávio de Freitas, também na Zona Oeste da capital pernambucana, e têm quadro clínico considerado estável.

Segundo o Sindicato dos Agentes Penitenciários de Pernambuco (Sindasp-PE), alguns dos presos provocaram um início de motim durante a revista e esfaquearam detentos que teriam informado sobre as armas para os agentes. Em seguida, os agentes penitenciários atiraram com balas de borracha nos presos que esfaquearam os detentos. O G1questionou à Seres a motivação do tumulto, mas a pasta se limitou a informar que o fato será apurado pela Polícia Civil para serem adotadas as providências cabíveis.

Durante a revista, foram apreendidos, além de dois revólveres calibre 38 e duas munições intactas, quatro facões e 15 facas industriais, uma foice, um chuço, 4,5 litros de uísque, sete usinas e 2,5 litros de cachaça artesanal, 6,5 litros de cola de sapateiro, quatro celulares, 12 carregadores, duas baterias de celular, oito chips, um quilo de maconha e 40 gramas de crack. Depois da apreensão dos materiais, a Seres registrou a confusão entre os detentos.

Número crescente de apreensão de armas

Até o mês de outubro, a Seres registrou a apreensão de 70 armamentos recolhidos nas unidades prisionais de Pernambuco, número 40% maior do que os 50 revólveres e pistolas apreendidos ao longo de todo o ano de 2016. Em relação a 2015, o número de apreensões feitas em 2017 é ainda maior. Naquele ano, foram apreendidas 21 armas. As informações são do G1 PE.

Sobre Petrolina News

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário

Recomendados Para Você