Slider[Style1]

Style10

impostometro de Petrolina

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]

Dados sobre homicídios em Pernambuco foram divulgados pela SDS (Foto: Cacyone Gomes/TV Globo)


De janeiro a outubro de 2017, a Secretaria de Defesa Social de Pernambuco (SDS) registrou 4.576 homicídios no estado. No mesmo período do ano passado, foram notificados pelo governo 3.604 Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs). Entre os dois períodos analisados, houve um aumento de 26,9%.

Os dados sobre a violência em Pernambuco foram divulgados nesta quarta-feira (15). De acordo com a SDS, em outubro, ocorreram 432 mortes. Em relação a setembro, quando aconteceram 410 crimes desse tipo, houve aumento de 1,97% na média diária.

Em outubro, foram 13,94 assassinatos por dia, contra 13,67 homicídios, a cada 24 horas, em setembro. Segundo a pasta, a média diária é mais precisa, porque outubro tem um dia a mais em relação a setembro.

Segundo a SDS, a maioria dos homicídios, em outubro, foi motivada pelo tráfico de drogas, acerto de contas e outras atividades criminais. Esses casos representam 54% do total.

O governo informa, ainda, que 15% das mortes tiveram como motivação conflitos na comunidade e 3% foram relacionados a conflitos familiares ou afetivos.

O estado acrescenta que 3% dos casos têm relação com latrocínios, roubos seguidos de morte. Em 0,4 % das ocorrências, houve feminicídio, quando as mulheres são mortas por questão de gênero.

Perfil

Um estudo realizado pela Gerência de Análise e Estatística Criminal (Gace), da SDS, mostra que, das 2.538 vítimas de assassinatos, entre maio e outubro deste ano, 1.037 (ou 41%) já foram submetidas ao sistema de Justiça Criminal. Isso significa que essas pessoas tiveram passagens pelas unidades prisionais/socioeducativas do Estado ou foram indiciadas/acusadas por infração penal.

A maioria dessas vítimas com histórico de criminalidade foi morta no Interior: 543. Ao todo, foram 494 homicídios na Região Metropolitana. No Recife, houve 175 casos.

A SDS destaca que as polícias prenderam, em outubro, 226 suspeitos de homicídios. Em setembro deste ano, ocorreram 189 capturas. De janeiro a outubro, foram 1.998 prisões de pessoas relacionadas a assassinatos.

Em outubro, as polícias apreenderam 469 armas, prenderam 2.231 pessoas em flagrante, detiveram 429 por ato infracional e combateram, em 404 ocasiões, o tráfico de drogas.

Em outubro, foram investigados 156 casos de estupro, contra 184 em setembro. Houve uma queda de 17,95%, na avaliação dos períodos analisados.

Os casos de violência doméstica cresceram em relação ao mês anterior: 2.975, em outubro, contra 2.701 em setembro. A média diária aumentou 6,59%.

Patrimônio

Em outubro, houve 8.429 Crimes Violentos contra o Patrimônio (CVPs). Nessas estatísticas estão várias modalidades de roubos. Em setembro deste ano, foram 9.487 casos.

Entre as modalidades de CVP, a maior redução ocorreu nas ações criminosas contra instituições bancárias. Foram consumadas 1 investida contra agência bancária (em setembro foram 2) e 1 a carro-forte (mês anterior houve 2).

Segundo a SDS, o cruzamento dos boletins de ocorrência e a notificação compulsória das empresas de ônibus, revelou o registro de 65 assaltos a coletivos, em outubro. Em setembro, foram 75, conforme a pasta. Em 2017, a Força-Tarefa Coletivos prendeu 272 suspeitos.

Carros

A SDFS notificou 1.490 roubos de veículos em outubro, contra 1.504 em setembro (-4,13%). Nos furtos, foram 494, contra 516 no mês anterior (-7,35%). As informações são do G1 PE.

Sobre Petrolina News

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário

Recomendados Para Você