Slider[Style1]

Style10

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]



Produtores da agricultura familiar do Sítio Coelho, em Izacolândia, zona rural de Petrolina, participaram nesta sexta-feira (16) de uma reunião sobre o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE). A inciativa, desenvolvida pela Prefeitura, através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Agrário, teve o objetivo orientar os agricultores sobre a compra direta de produtos da agricultura familiar para a merenda escolar deste ano.

No encontro, que também contou com as presenças do secretário da pasta, José Batista da Gama e da tecnóloga em alimentos da Secretaria de Educação, Anandréia Barbosa Campos, foram apresentados os documentos necessários para participar do processo que, em breve, será publicado em edital e como acontece a inclusão dos produtores na compra para a merenda escolar da Rede Municipal.

O secretário José Batista ressaltou a importância da agricultura familiar e reforçou o apoio da prefeitura. “Nossa intenção é ajudar para que se possa abrir mais as fronteiras de comercialização. Temos o dever de contribuir e ajudar o pequeno produtor a se organizar para poder participar das politicas públicas”, disse o secretário.

O evento também contou com a participação de lideranças comunitárias e representantes sindicais. Na próxima quarta-feira (21), às 10h, acontecerá outra reunião de conscientização na sede do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, que fica localizada na Avenida das Nações, 280 – Gercino Coelho, Petrolina.

PNAE

O Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) é um programa de assistência financeira suplementar com vistas a garantir, no mínimo, uma refeição diária aos alunos beneficiários, suprindo ao menos parcialmente as necessidades nutricionais dos alunos beneficiários, no período em que estes se encontram na escola.

Do total de recursos repassados do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), no âmbito do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), no mínimo, 30% deve ser utilizado na aquisição de gêneros alimentícios diretamente da agricultura familiar. Em Petrolina, 30% dos recursos são utilizados para esse tipo de aquisição.



Lilian TellesAssessora de Imprensa

Sobre Petrolina News

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário

Recomendados Para Você