Slider[Style1]

Style10

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]

Fila em distribuidora de gás de cozinha, em Petrolina. (Foto: Clédiston Ancelmo/TV Grande Rio)

A pós os 11 dias de greve dos caminhoneiros em todo o país, a rotina de muitas cidades brasileiras começa a voltar aos poucos ao normal. Em Petrolina, no Sertão, condutores ainda enfrentam filas em postos de combustível e em distribuidoras de gás de cozinha. O desbloqueio de todos os pontos de manifestação nas rodovias de Pernambuco aconteceu desde a última quarta-feira (30).

O abastecimento nos postos de combustível da cidade ainda não foi normalizado. Em dois postos localizados na Avenida Clementino Coelho e outro, no bairro Cohab Massangano, zona oeste da cidade, as filas de veículos ainda estavam grandes. No segundo estabelecimento, a gasolina estava sendo vendida a R$ 4,89 o litro. A informação repassada é de que no local os tanques estão abastecidos também com etanol e diesel, e que um novo caminhão deve chegar nesta sexta-feira (01) para repor os estoques.

As filas também foram grandes nas distribuidoras de gás de cozinha da cidade. Em uma revendedora localizada no bairro Vila Eulália, zona leste de Petrolina, três caminhões não foram suficientes para atender a demanda. O botijão de gás estava sendo vendido a R$ 60. Segundo informações da distribuidora, os estoques só serão plenamente normalizados em alguns dias.

(Foto: Reprodução/ TV Grande Rio )

Outros serviços
O Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo de Passageiros do Vale do São Francisco (Setranvasf) informou que cerca de 70 % da frota de ônibus está circulando nesta sexta (01) em Petrolina, mas que a diminuição é somente devido ao ponto facultativo por causa do feriado católico de Corpus Christi, celebrado na quinta (31). A partir da segunda-feira (04), a situação do transporte público estará normalizada.

Saúde

O Tratamento Fora de Domicílio (TFD), que possibilita a ida dos pacientes a Recife, capital de Pernambuco, ficou suspenso durante a greve. A Secretaria Municipal de Saúde solicita que os usuários procurem o setor a partir de segunda-feira (04), para que cada caso seja avaliado. As viagens voltarão a ser marcadas quando houver garantia de atendimento na capital. Os demais serviços relativos à saúde no município já foram normalizados. As informações são do G1 Petrolina.

Sobre Petrolina News

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário