Slider[Style1]

Style10

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]

Presos na Operação Ponto Cego foram levados para o Depatri, no Recife (Foto: Polícia Civil/Divulgação)

A Polícia Civil de Pernambuco deflagrou, na manhã desta sexta-feira (3), uma ação contra integrantes de uma quadrilha envolvida em estelionato, lavagem de dinheiro e corrupção. A Operação Ponto Cego cumpre 19 mandados de prisão preventiva e 16 de busca e apreensão, em Pernambuco, Alagoas e Rio Grande do Norte.

De acordo com a polícia, todos os mandados foram expedidos pelo Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE). Ao menos dois deles estão sendo cumpridos contra pessoas que já estão no sistema penitenciário. Os alvos serão levados para o Regime Disciplinar Diferenciado (RDD).

A investigação que resultou na Operação Ponto Cego começou em janeiro deste ano. Esta é a 31 ª ação de repressão qualificada de 2018.

Participam da operação 100 policiais civis, além de representantes da Ordem dos Advogados do Brasil em Pernambuco (OPAB-PE), do sistema penitenciário pernambucano e da Companhia Energética de Pernambuco (Celpe).

Os presos e o material apreendido foram levados para a sede do Departamento de Repressão aos Crimes Patrimoniais (Depatri), em Afogados, na Zona Oeste do Recife. As informações são do G1 PE.

Sobre Petrolina News

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário