Slider[Style1]

Style10

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]



(Foto: Prefeitura de Petrolina/PE)

Quem é de Petrolina e precisa de informações sobre o auxílio emergencial do Governo Federal não precisa ir à Caixa Econômica. Começou a funcionar nesta terça-feira (28), uma Central de Atendimentos no Centro de Convenções Senador Nilo Coelho que está atendendo essa necessidade. A medida da prefeitura e da Caixa tem o objetivo de reduzir as filas nas agências bancárias da instituição e evitar a concentração de pessoas em um só espaço, para reduzir o risco de contaminação pelo coronavírus. No primeiro dia de atividade, mais de 300 pessoas foram atendidas.

Horário de funcionamento é das 8h às 12h e aqueles que ainda estavam na fila externa depois deste horário, receberam fichas para o atendimento de amanhã. Dez profissionais foram capacitados para tirar dúvidas da população. Além disso, uma equipe circula pela fila para identificar se é possível resolver o problema do cidadão dali mesmo sem a necessidade de esperar o atendimento interno.

Sabrina Santos é dona de casa e estava com dificuldades para acessar a conta criada no aplicativo da Caixa. “Achei uma boa opção ser atendida aqui no Centro de Convenções, facilita muito não ter que pegar a mesma fila das pessoas que precisam sacar”, disse.

A estrutura da Central de Atendimentos foi organizada para que 110 pessoas aguardem sentadas, obedecendo a distância de 1,5m recomendada pela Organização Mundial de Saúde. A organização da fila externa contou com a colaboração da Guarda Civil Municipal.

A ação vai continuar enquanto houver necessidade por parte da população. De acordo com a Caixa Econômica, cerca de 80% da demanda que tem recebido diariamente, que motivou longas filas na região central da cidade, é de pessoas que buscam apenas por informações. A prefeitura lembra que a população só deve sair de casa se não conseguir resolver o que precisa por meio da Central Telefônica: 111. As informações são da Prefeitura de Petrolina / PE.

Sobre Petrolina News

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário