Slider[Style1]

Style10

impostometro de Petrolina

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Publicidade

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]

Armas e munições foram apreendidas em comunidade onde carro foi incendiado com dois homens dentro, na Zona Sul do Recife (Foto: Marcos Roberto/TV Globo)



Policiais militares apreenderam uma granada, uma metralhadora calibre 9 milímetros, dois revólveres calibres 32 e 38 e munição, na madrugada desta quarta-afeira (20), na Comunidade Entra Apulso, em Boa Viagem, na Zona Sul do Recife. No domingo (17), um grupo ateou fogo a um carro e carbonizou dois homens em uma das ruas da localidade, bem como efetuou vários disparos.

De acordo com a Polícia Militar de Pernambuco, a ação ocorreu na Rua Ribeiro de Brito, uma das vias de acesso à comunidade. Militares do 19º Batalhão também recolheram 28 munições de calibre 12, 6 de 9 milímetros, 6 de calibre 32, além de 15 projéteis de calibre 45.

As armas e munição estavam, segundo a PM, com quatro rapazes que circulavam pela comunidade. Com a chegada da equipe da PM, eles conseguiram fugir, deixando o material no local.

Os PMs também localizaram seis balanças de precisão, quatro tabletes grandes e três pedaços menores de maconha. Ao todo, eram 3,9 quilos do entorpecente. Os armamentos e as drogas foram levados para a delegacia do bairro.

A ação criminosa que acabou com dois homens carbonizados em um carro tem relação com uma guerra pelo domínio do tráfico de drogasentre duas comunidades da região, segundo o delegado Jorge Ferreira, que estava de plantão no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). As vítimas foram mortas a tiros antes de o veículo ser incendiado, de acordo com o policial. 



Metralhadora e granada foram apreendidas na Zona Sul do Recife (Foto: Marcos Roberto/TV Globo)



Imagens enviadas ao WhatsApp da TV Globo mostram o momento em que desconhecidos atiram uma bomba caseira no automóvel e efetuam disparos. Segundo o policial, o líder da quadrilha que atuava na área foi morto e o cargo ficou vago.

Ele acredita que existe uma guerra com o pessoal da comunidade Irmã Dorothy, na Imbiribeira, que quer tomar o controle da venda de drogas. Para Ferreira, os bandidos mandaram um recado para a comunidade.

Câmeras Ilegais


Um dia depois do incêndio e dos disparos de arma de fogo na Entra Apulso, a polícia informou que a maioria das câmeras de monitoramento instaladas em becos e postes é ilegal. De acordo com o delegado Jorge Ferreira, os equipamentos são utilizados por criminosos em favor do tráfico de drogas.

Na segunda-feira (18), ele disse que várias câmeras ilegais foram arrancadas por policiais em trabalho investigativo, mas foram repostas. Ainda segundo o delegado, uma bala foi parar no 13º andar de prédio onde estava sendo celebrado um culto religioso. As informações são do G1 PE.

Sobre Petrolina News

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário

Recomendados Para Você