Slider[Style1]

Style10

EM QUEM VOCÊ VOTARIA PARA PRESIDENTE EM 2018?

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]



Desde fevereiro de 2016 desativado, o matadouro público de Petrolina será reativado de cara nova. Nesta sexta-feira (22), o prefeito Miguel Coelho assinou a ordem de serviço para a reforma do abatedouro municipal. As obras receberão cerca de R$ 1,3 milhão resultado de uma parceria da Prefeitura de Petrolina com o Governo Federal.

A reforma deve durar seis meses e vai garantir a recuperação estrutural do prédio, com pintura, manutenção elétrica, hidráulica e de alvenaria. O matadouro ainda receberá novos equipamentos para o abate dos animais, conservação das carnes, atendimento dos clientes e administração. “Muita gente foi prejudicada pela irresponsabilidade de fechar esse matadouro e não dar nenhuma opção para os trabalhadores e a população. Essa obra, portanto, tem uma grande importância simbólica e real porque traz a esperança de volta a tanta gente e vira uma página triste que nossa cidade quer deixar para trás”, destacou o prefeito.



Presente à solenidade representando o Governo Federal, o ministro Fernando Filho ressaltou que a reativação do matadouro representará a solução de dois problemas causados pelo abandono do equipamento público. “Durante anos, acompanhamos o sofrimento de quem trabalhava em condições ruins no matadouro e, no ano passado, isso se tornou um verdadeiro pesadelo por conta do fechamento do matadouro. Centenas de trabalhadores foram prejudicados e não só isso, a cidade sofreu com o abate clandestino e a insegurança de não saber se estava consumindo uma carne de qualidade. O novo matadouro traz de volta o emprego para os marchantes e a tranquilidade dos moradores de Petrolina”, explicou o ministro.

A reforma foi comemorada pelos comerciantes e produtores, que durante quase dois anos, ficaram sem um local para trabalhar. Representante dos marchantes, Simão Maciel, lembrou que, durante esse período, os trabalhadores tiveram que pagar mais caro para tratar a carne em abatedouros de municípios da Bahia. “Para nós, é um sonho se realizando. Tivemos muito prejuízo por conta do fechamento do matadouro. Mas agora estamos mais tranquilos, pois o prefeito honra o compromisso de reabrir o matadouro em nossa cidade e finalmente poderemos esquecer o tempo ruim que passamos”, revelou o produtor. (Fotos: 
Jonas Santos).

Sobre Petrolina News

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário

Recomendados Para Você