Slider[Style1]

Style10

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]



Preocupada com o desenvolvimento econômico, social e ambiental da região, a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Petrolina se torna a primeira entidade representativa da classe lojista no Brasil a implantar seu próprio sistema gerador de energia solar. Desta forma, a CDL está apostando em alternativas limpas e renováveis também como forma de diminuir os custos com a energia elétrica em seu prédio.

Esse novo formato de geração de energia permite que o consumidor possua sua própria geração de energia conectada à rede da concessionária. Com isso, ele pode acumular créditos que podem ser utilizados de acordo com a sua necessidade de consumo. Como explica o Engenheiro Eletricista, Walter Rodrigues.

“O sistema se resume basicamente em dois processos: os módulos fotovoltaicos (placas solares) captam a luz do sol, e a envia para o inversor de frequência, que converte a luz solar em energia elétrica. Essa energia produzida pelo sistema é injetada na rede da concessionária, no caso de Pernambuco, a Celpe. Com isso, a CDL vai acumular créditos através de um medidor bidirecional, que irá medir o que o sistema gera e o que o local consome de energia”.

O Presidente da CDL Petrolina, Manoel Vilmar, defende o uso da energia solar como alternativa à energia hidroelétrica. “A energia solar é mais barata, com menor impacto ambiental e de produção muito mais simples que a energia das hidrelétricas. Por isso que estamos investindo nesse projeto, porque acreditamos que o desenvolvimento deve ser sustentável”, argumentou o presidente.

De acordo com a empresa responsável pela instalação, o novo sistema começa a funcionar dentro de um prazo de 45 dias, e tem tempo de retorno do investimento estimado em três anos e meio. Ou seja, passado esse curto período, a entidade não terá mais custos com energia elétrica.


Danilo Duarte: Ascom/CDL Petrolina

Sobre Petrolina News

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário