Slider[Style1]

Style10

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]

(Foto: Reprodução/Noticias ao Minuto)

A pesar de causar um escândalo e sérios constrangimentos, o homem que vazou fotos de Paolla Oliveira nua pode não ser preso, segundo advogados ouvidos pelo Notícias da TV. O câmera pode ser condenado por injúria e cumprir pena livremente, pagando multas e prestando serviços comunitários.

O problema que comprete diretamente a condenação do cinegrafista é a falta de uma denúncia formal feita pela atriz ou pela Rede Globo. Na Polícia Civil de São Paulo, estado onde o caso aconteceu, não há registros. A Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática do Rio de Janeiro, onde fica a sede da emissora, informou o mesmo.

Os advogados explicaram, ainda, que o caso de Paolla não se enquadra na Lei Carolina Dieckmann porque não houve hackeamento das imagens. "Neste caso, não houve invasão. Ele tirou fotos não autorizadas da atriz durante uma gravação e as espalhou", explicou o advogado Jair Jaloreto. "É a ofensa da dignidade e decoro, é o cometimento de um ato desonroso contra uma pessoa", descreveu a advogada Paula Menezes. Paolla ainda pode processar o profissional na esfera civil. As informações são do Noticias ao Minuto.

Sobre Petrolina News

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário