Slider[Style1]

Style10

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]

Trabalhadores da EMSA em frente ao escritório regional do Ministério da Integração Nacional. (Foto: Sintepav)

Funcionários da Empresa Sul-americana De Montagens S/A (EMSA), construtora que presta serviços nas obras de transposição do Rio São Francisco, realizaram na manhã desta segunda-feira (16) uma manifestação em frente ao escritório regional do Ministério da Integração Nacional, em Salgueiro, no Sertão de Pernambuco.

Entre as principais reivindicações da categoria, está o pagamento dos salários atrasados. Os trabalhadores também reivindicam o pagamento das rescisões dos funcionários demitidos e o cartão alimentação.

De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias de Construção de Estradas, Pavimentação e Obras de Terraplenagem em Geral no Estado de Pernambuco (Sintepav-PE), a EMSA mandou alguns funcionários para casa há quatro semanas e, desde então, as atividades não foram retomadas. "A empresa está deixando os trabalhadores em casa e não está dando satisfação nenhuma", afirmou Rogério Rocha, diretor do sindicato. As informações são do G1 Petrolina.


Sobre Petrolina News

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário

Recomendados Para Você