Slider[Style1]

Style10

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]

(Imagem ilustrativa)

Em maio deste ano, a Secretaria de Defesa Social de Pernambuco (SDS) registou 8.077 roubos. Isso significa uma média diária de 260,5 Crimes Violentos Contra o Patrimônio (CVPs) ou 10,8 casos por hora. A Região Metropolitana do Recife concentra mais ocorrências, com 29,4% do total. As estatísticas incluem investidas contra ônibus, bancos, veículos e celulares.

Segundo a SDS, esse número representa uma diminuição de 26,59% em relação ao mesmo período de 2017, quando foram registrados 11.002 roubos.

A quantidade, no entanto, é um pouco maior do que a registrada em abril de 2018, que teve média de 254,86 roubos por dia. Ao todo, foram 7.646 casos.

A diminuição dos índices de maio reflete também no total de casos registrados em 2018, em relação ao mesmo período de 2017.

Neste ano, foram contabilizadas 41.522 ocorrências, uma diminuição de mais de 12 mil registros se comparado com os primeiros cinco meses de 2017, quando foram registrados 53.558 crimes.

De acordo com a SDS, uma das estratégias que favorece o resultado é a Operação Quadrante de Segurança, focada no combate aos CPVs. O projeto distribui trios de motociclistas e equipes táticas da Polícia Militar por todo o Grande Recife.

Houve, em maio deste ano, 3.014 roubos de celulares em todo o estado. Esse número representa uma redução de 27,7% no número de ocorrências, em relação a maio de 2017. Em abril deste ano, foram registrados 3.023 casos.

Segundo nota do governo do estado, por causa do Sistema Alerta Celular, “maio tornou-se o mês com a recuperação mais expressiva de aparelhos, quando 594 celulares roubados foram apreendidos”.

A nota classifica o programa, ainda, como “um dos maiores aliados das polícias para inibir esse tipo de crime” Desde que o Alerta Celular teve início, há 1 ano e 3 meses, as polícias recuperaram 3.014 telefones que haviam sido roubados ou furtados.

Em relação a investidas criminosas contra veículos, foram registrados 1.336 roubos e 408 furtos em maio deste ano, contra 1.735 roubos e 586 furtos no mesmo mês de 2017. Isso significa uma redução de 23% e 30,4%, respectivamente.

Segundo a SDS, 17 pessoas foram presas em maio, sob acusação de cometer assaltos em transporte público no estado.

Nesse período, foram registradas 70 ocorrências em coletivos. No quinto mês de 2017, o número de casos chegou a 105. Houve uma redução de 33% no número de crimes deste tipo.

No que diz respeito a investidas criminosas contra bancos, de acordo com a SDS, foram contabilizados dois roubos a agências bancárias e nenhum furto.

No mesmo período do ano passado, foram registrados três roubos e dois furtos. No caso de investidas contra carro fortes, a situação permanece a mesma, uma ocorrência em maio de 2017 e outra em maio de 2018.

Prisões

De acordo com a SDS, ao longo do mês de maio, 2.718 pessoas foram presas em flagrante pelas polícias de Pernambuco. Além disso, 481 adolescentes foram apreendidos por ato infracional. Ao todo, este ano, esses números chegam a 12,642 e 2.283, respectivamente.

Também foram apreendidas 2.623 armas de fogo nos cinco primeiros meses de 2018. Em maio, 521 delas foram tiradas de circulação.

Homicídios

Na quinta-feira (14), a SDS divulgou os números de assassinatos registrados em maio deste ano. Segundo a pasta, houve 355 mortes em todo o estado. O número é 22,4% menor do que o mesmo período de 2017, quando foram notificados 458 crimes.

Segundo as estatísticas, maio de 2018 é o quinto mês consecutivo de uma série descendente de homicídios. Desde janeiro, o número de mortes violentas não tem apresentado aumento. As informações são do G1 PE.

Sobre Petrolina News

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário