Slider[Style1]

Style10

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]

Criminosos içaram 41 bolsas pretas com tabletes de cocaína ao navio 'Grande Francia' (Foto: Divulgação/Receita Federal)

Mais de 13,6 toneladas de cocaína com alto grau de pureza foram interceptadas e apreendidas no Porto de Santos, no litoral de São Paulo, até esta segunda-feira (13), informou o Alfândega da Receita Federal. Segundo apurado pelo G1, trata-se de um número recorde no cais.

A quantidade registrada até esta segunda-feira supera as apreensões de 2017 (11.539 kg) e 2016 (10.622 kg). Para o Fisco, a utilização da tecnologia, aliada às ações ostenstivas no cais, inclusive no Canal do Estuário, auxiliaram nos resultados, considerados os maiores de todo o Brasil.

Nesta segunda-feira, a Polícia Federal e a Receita Federal informaram que conseguiram localizar 1,3 mil kg da droga no navio 'Grande Francia'. Ele foi alvo de criminosos durante a madrugada de domingo (12), que invadiram a embarcação, fizeram a tripulação refém e abriram contêineres.

Uma investigação foi aberta para determinar se a droga encontrada a bordo do navio, de bandeira italiana, foi embarcada pelo grupo que invadiu a embarcação. Uma mobilização, que envolveu até mesmo militares da Marinha do Brasil, não conseguiu evitar que os criminosos fugissem pelo mar.

Na terça-feira (7), câmeras flagraram quando narcotraficantes içaram 1,2 tonelada de cocaína ao navio ‘Grande Nigéria’, durante a madrugada. Trata-se também de uma embarcação da Grimaldi, e que estava no mesmo terminal para o qual o ‘Grande Francia’ foi destinado.

"Ainda é cedo para afirmarmos, mas é certo que os casos podem estar ligados e ser a mesma quadrilha atuando. Eles tentaram despistar a ação da polícia, levando a droga até o mar, mas conseguimos localizar e apreender", explica a delegada da Polícia Federal, Luciana Fuschini.

Na mesma terça-feira, em uma operação paralela, em outro terminal portuário na Margem Direita, equipes conseguiram localizar mais 558 kg de cocaína escondidos em meio a uma carga de polietileno. Todos os carregamentos tinham como destino o Porto de Antuérpia, na Bélgica. As informações são do José Claudio Pimentel, G1 Santos.

Sobre Petrolina News

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário