Slider[Style1]

Style10

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]

Lidu Alves estava jogadno futsal na Itália (Foto: Lidu Alves / Arquivo Pessoal)

Campeã do mundo com a Seleção Brasileira de Futsal feminino, em 2017, a pivô Lidu Alves está promovendo um campeonato de futsal para mulheres em sua cidade natal, Petrolina, no Sertão de Pernambuco. A competição será realizada nos dias 22 e 23 deste mês, no ginásio Osvaldo do Flamengo. 15 equipes dos estados de Pernambuco, Bahia e Alagoas vão brigar pelo título da primeira Copa Lidu de Futsal Feminino.

– Isso era um desejo de criança, poder fazer um campeonato feminino. Confesso que não imaginava que seria possível, diante de tantas portas fechadas que encontramos pra modalidade do feminino. Era meu grande desafio pessoal – afirma Lidu.

A pivô de 27 anos começou a carreira disputando a Copa TV Grande Rio de Futsal, quando tinha apenas 15 anos. De lá para cá, ela se destacou em times do Brasil, como o Unifor, do Ceará, e o Telemânco Borba, do Paraná. Por onde passou, Lidu conseguiu ser artilheira e campeã. O último time defendido pela petrolinense foi o Falconara, da Itália. De acordo com a jogadora, a ideia da Copa de Futsal é oferecer espaço para que outras meninas consigam se destacar no esporte.

– Temos muitos frutos que estão aí sem nenhuma oportunidade, incentivo, e apoio, principalmente nas categorias de base que foi onde eu tive toda a minha formação, e fui lapidada pra conseguir ir jogar em uma equipe profissional fora do estado.

- Esse evento tem a pretensão de incentivar, de dar preparação e motivação para as atletas. Você tendo competições pra jogar, é dali que o atleta começa a sonhar a chegar muito longe, se motivando pra melhorar, se dedicando ao esporte em vez de ficar nas ruas.

As três melhores equipes da Copa Lidu de Futsal serão premiadas com dinheiro, troféus e medalhas. A entrada do público no ginásio Osvaldo do Flamengo será gratuita. No sábado, dia 23, os jogos começam às 8h. A fase final será disputada no domingo.

Momento da Carreira

Jogando na Itália, Lidu conseguiu se destacar mais uma vez. A pivô petrolinense superou a saudade de casa, as barreiras do idioma e conseguiu marcar 28 gols. A primeira temporada fora do Brasil só não foi melhor porque ela se machucou. Se recuperando da lesão, Lidu espera voltar ainda melhor para futsal.

– No finalzinho da temporada, pra minha tristeza profunda, sofri um rompimento do ligamento cruzado no meu joelho, a minha única lesão em toda a minha carreira. Cheguei a pensar que ali seria interrompida a minha carreira definitivamente, mas eu sabia que dependeria de mim pra dar mais uma vez a volta por cima, e hoje tenho quatro meses de lesão e estou em uma grande evolução e voltando a fazer tudo que eu fazia antes, só que agora mais forte e motivada. As informações são do Emerson Rocha / Globoesporte, Petrolina.

Sobre Petrolina News

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário