Slider[Style1]

Style10

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]

Foto: Reprodução


Discreta quanto aos detalhes do seu passado com a empresária Marlene Mattos, Xuxa Meneghel deu uma entrevista à revista Caras da Argentina em que fala sobre a aparentemente complicada relação que manteve com a tutora.

Em trechos da entrevista, Xuxa detalha que, muitas vezes, não fazia ideia dos seus lucros. "Eu nunca soube o que ganhava ou quanto meu show lucrava. Eu fui tão inocente que me roubaram muito". Ao ser perguntada se os seus negócios eram tratados por Mattos, a loira confirmou. "Sim, eu não tinha uma única conta corrente. Deixava tudo nas mãos de outras pessoas. Eu nunca fiz nada para ganhar mais dinheiro porque jamais me interessei".

"Lamentavelmente, aprendi a desconfiar das pessoas. Mas também sei que tenho que ter pessoas ao meu lado que lidem com a parte financeira. O artista trabalha com emoção. Agora eu não coloco toda a minha confiança em uma só pessoa, porque até o advogado que eu tinha na época me roubou. Hoje eu não coloco meu império sobre o meu trabalho, mas não tenho uma única pessoa que administre tudo o que eu gero. Infelizmente, nunca terminamos de conhecer o ser humano, e quanto mais o conheço, mais amo meus animais e as crianças. Porque quando olham para mim não querem saber se tenho dinheiro ou não", disse Xuxa.

Em outro trecho, ela salienta que se sentiu usada.
"Eu me senti usada, abusada ... Eu amava muito a Marlene, eu a amava e colocava meu amor e meu respeito por ela na frente de qualquer coisa", disse.

Na conversa, Xuxa ainda negou que tenha tido uma relação íntima com a empresária. "Aqui [Argentina], no Brasil, uma vez disseram que eu abusava das paquitas. Tudo mentira! Eu acho que essas coisas foram ditas porque naquela época, nos anos 90, eu não estava com nenhum homem. E se eu não estava com nenhum homem era porque Marlene não me deixava", esclareceu a empresária. As informações são do Noticias ao Minuto.

Sobre Petrolina News

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário