Slider[Style1]

Style10

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]

Penitenciária Barreto Campelo fica em Itamaracá, no Grande Recife — Foto: Kety Marinho/TV Globo

Dois presos morreram e outro ficou ferido durante uma briga registrada na noite desta quarta-feira (24), na Penitenciária Professor Barreto Campelo (PPBC), na Ilha de Itamaracá, no Grande Recife. As informações foram repassadas pelo secretário de Justiça e Direitos Humanos de Pernambuco, Pedro Eurico.

Segundo a Secretaria Executiva de Ressocialização (Seres) Jaime José Moisinho, 51 anos, morreu a caminho do Hospital de Itapissuma e Leandro de Araújo de Assis, 26 anos, faleceu na unidade prisional.

De acordo com o Sindicato dos Agentes Penitenciários de Pernambuco (Sindasp), a briga envolveu presos dentro de um pavilhão. O secretário Pedro Eurico confirmou que houve o uso de armas de fogo. A Barreto Campelo é considerada uma unidade prisional de segurança máxima.

A Seres aponta que Evaldo José de Gouveia ficou ferido e foi socorrido para o Hospital Metropolitano Norte Miguel Arraes (HAM), em Paulista, no Grande Recife. O estado de saúde dele é considerado estável.

O 17º Batalhão da Polícia Militar foi acionado e enviou viaturas para o local. Por volta das 20h, de acordo com Pedro Eurico, a situação estava controlada.

Estiveram também no presídio a Polícia Civil, Instituto de Criminalística, Batalhão de Choque e Corpo de Bombeiros para providências cabíveis. A Delegacia de Itamaracá vai ficar responsável por apurar as circunstâncias em que ocorreu o fato.

Arma de fogo apreendida

Na quinta-feira (25), a Seres informou que, após a briga, foi recolhida uma arma de fogo da penitenciária. "As revistas para a apreensão de ilícitos têm sido intensificadas em todas as unidades prisionais do estado", diz a nota.

Outro caso

Em 23 de março deste ano, a Barreto Campelo registrou uma confusão. Um preso morreu e dois ficaram feridos. De acordo com a Secretaria Executiva de Ressocialização (Seres), Alberis Costa Silva, de 31 anos, chegou a ser levado para o Hospital de Igarassu, no Grande Recife, mas não resistiu aos ferimentos.

Ainda segundo a Seres, os feridos José Roberval de Andrade Pereira, 45, e Sérgio Joaquim da Silva, 34, foram encaminhados ao Hospital Miguel Arraes, em Paulista, também no Grande Recife.

Mortes de detentos

Uma semana antes da confusão na Barreto Campelo, um detento de 42 anos foi morto após uma briga no Presídio Marcelo Francisco de Araújo (Pamfa), no Complexo do Curado, na Zona Oeste do Recife. De acordo com a Secretaria Executiva de Ressocialização, o suspeito de ter cometido o homicídio é um outro detento de 25 anos.

Em julho, um detento de 30 anos foi assassinado a facadas no Presídio Juiz Antônio Luiz Lins de Barros, que também integra o Complexo do Curado. O homem identificado como responsável por ter cometido o crime foi encaminhado ao Departamento de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), no bairro do Cordeiro, também na Zona Oeste do Recife.

Em março de 2018, um preso morreu e outro ficou ferido durante uma confusão após a transferência de detentos do Presídio Frei Damião de Bozzano (PFDB) para outras unidades prisionais. As informações são do G1 PE.

Sobre Petrolina News

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário