Slider[Style1]

Style10

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]

(Foto: Divulgação/PRF)

Um pernambucano de 35 anos - que não teve a identidade divulgada - foi preso com 1,2 tonelada de cocaína transportada em um caminhão e avaliadas em R$ 60 milhões, na noite dessa segunda-feira (1º). A apreensão aconteceu na BR-423, na cidade de Canapi, Sertão de Alagoas, quando policiais rodoviários federais abordaram o veículo com placas de Escada, cidade do Agreste de Pernambuco, que transportava cerâmicas e sofás. Essa é a maior quantidade de cocaína já apreendida na região Nordeste por agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Os policiais rodoviários pararam o caminhão e perceberam que o motorista estava com pressa para ser liberado. Quando pediram para estacionarem em um local mais seguro para realizar uma fiscalização mais detalhada, o homem tentou fugir acelerando o veículo.

O caminhão saiu da pista após o motorista perder o controle. Após pular da cabine e se machucar, o pernambucano recebeu os primeiros socorros dos policiais. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e os policiais o escoltaram até um hospital de Santana do Ipanema, também no Sertão de Alagoas.

Enquanto o homem foi conduzido, outra parte da equipe checou a carga e encontrou a droga entre a carga de cerâmicas e sofás. Foram encontradas 22 sacolas com diversos tabletes de cocaína, que totalizaram a 1,2 tonelada.

Os policiais solicitaram apoio da Secretaria de Segurança Pública de Alagoas, que enviou policiais militares e policiais civis da Delegacia de Repressão ao Narcotráfico para dar sequência à ocorrência. O pernambucano segue em observação no hospital sob guarda da PRF. Caso condenado, o homem pode pegar penas de cinco a 15 anos de prisão. As informações são da Folha de Pernambuco.

Sobre Petrolina News

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário