Slider[Style1]

Style10

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]

Júri popular do assassinato de irmãos que ocorreu no ano de 2013 em Petrolina — Foto: Reprodução/ TV Grande Rio

Após quase seis anos do assassinato dos irmãos Carmélio Cavalcanti e Claudenor José no bairro Antônio Cassimiro, o acusado do crime foi a júri popular na manhã desta quarta-feira (27) em Petrolina, no Sertão de Pernambuco. Allysson Soares Pimenta foi ouvido pela juíza diante de uma platéia restrita e foi condenado a 28 anos de prisão.

Parentes do réu e dos dois irmãos assassinados acompanharam o júri popular. Allysson Pimenta confirmou, em depoimento, que chegou armado na casa de Carmélio no Antônio Cassimiro 2. Ele disse que estava bêbado e que reagiu a uma agressão verbal. Depois efetuou vários disparos que mataram os dois irmãos.
Crime

O duplo homicídio aconteceu no dia 16 de agosto de 2013. Depois de atirar nos irmãos, Alysson fugiu em um veículo preto. Ele passou um tempo em Londres, na Inglaterra, e foi preso em outubro de 2015 pela Interpol. O suspeito estava detido em Alagoas, Maceió. Neste mês foi transferido para Petrolina.



Irmãos Carmélio Cavalcanti e Claudenor José foram assassinados no ano de 2013 em Petrolina — Foto: Reprodução/ TV Grande Rio

Carmélio Cavalcanti, de 24 anos, deixou um filho pequeno e a mulher grávida na época. Claudenor José, de 34 anos, também deixou um filho pequeno. As informações são do G1 Petrolina.

Sobre Petrolina News

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário