Slider[Style1]

Style10

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]

Sara Beatriz começou a fazer as aulas práticas, mas está sem saber se vai conseguir tirar a habilitação. — Foto: Reprodução/ TV Grande Rio

O Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco (Detran PE) suspendeu o credenciamento de duas autoescolas de Petrolina, do Sertão de Pernambuco. Os alunos que compraram o laudo no estabelecimento estão preocupados com a situação. Eles temem perder o dinheiro que foi investido e ainda não conseguir tirar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Desde dezembro do ano passado, a técnica de enfermagem Elenai Mota Borges se matriculou em uma das autoescolas que foram descredenciadas. Ela fez as aulas teóricas e também a prova eletrônica do Detran. Ela disse que está preocupada. "A gente quer uma resposta e a gente pagou, e pagou caro e não está tendo resposta da autoescola. Eles sempre tem desculpa".
Uma das autoescolas descredenciadas fica no centro da cidade e a outra no bairro Areia Branca. Segundo o Detran, as autoescolas não teriam apresentado a documentação necessária para renovação do alvará de funcionamento 2019.

A estudante Sara Beatriz Moura Menezes está na mesma situação. Ela está no processo para tirar a CNH nas categorias A e B. Ela já pagou R$ 1.500 na autoescola e até começou a fazer as aulas práticas, mas agora está sem saber se vai conseguir tirar a habilitação.

"Comecei a fazer de moto, só que das 20 aulas que era para eu ter tido, eu apenas peguei na moto umas quatro vezes, tive quatro aulas na prática. As outras 16, eu só coloquei a digital, porque sempre tinha uma desculpa, ou não tinha instrutor ou não tinha moto", contou a estudante.

Sem resolução, as alunas pensam em procurar os direitos. "Me aconselharam ir no juizado das pequenas causas para tentar ver se eu consigo o dinheiro de volta", afirmou Sara.

"Eu vou entrar com um processo no responsável da autoescola e vou querer meu dinheiro de volta, porque eu trabalhei para conseguir e de repente ser passada para trás", finalizou Elenai.
O G1 entrou em contato com as duas autoescolas descredenciadas. Uma delas informou que não iria se pronunciar sobre o assunto, e a outra não atendeu as nossas ligações.

Em nota, o Detran de Pernambuco informou que os candidatos que estavam realizando aulas nas duas autoescolas poderão comparecer a outros centros de formação para continuarem com seus processos de habilitação. Estes candidatos terão todas as suas aulas, já realizadas, válidas e preservadas para continuar seus processos. Quanto à devolução do dinheiro pago às autoescolas que agora estão descredenciadas, o Detran informou que os usuários deverão procurar as empresas e solicitar a devolução dos valores dos serviços que não foram prestados. Caso não sejam atendidos poderão procurar os órgãos de defesa do consumidor. As informações são do G1 Petrolina.

Sobre Petrolina News

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário