Slider[Style1]

Style10

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]

Foto: Reprodução

Papais, mamães ou responsáveis de crianças entre seis meses a menores de 5 anos têm um grande compromisso neste sábado (19), em Petrolina: levar os pequenos às unidades de saúde para o ‘Dia D’ de vacinação contra o sarampo que acontecerá das 7h às 17h na zona urbana e das 8h às 13h na zona rural.

O sarampo é uma doença infecciosa grave, causada por um vírus, que pode levar à morte. Sua transmissão ocorre através de tosse, fala, espirro ou quando o doente respira próximo de outras pessoas. A única maneira de evitar o sarampo é pela vacina. Por isso, a Prefeitura de Petrolina convoca a todos para vacinar seus filhos, garantindo a proteção dessa doença que já estava em processo de erradicação no Brasil, e, infelizmente, voltou a ter registros de casos em algumas regiões do país, inclusive em Pernambuco.

“O Dia D, com abertura de todas as unidades de saúde no sábado, tem o objetivo de atingir um maior número de crianças. Ainda temos números pouco expressivos, o que é preocupante. Por isso, contamos com a conscientização dos pais para manterem suas crianças livres dessa doença”, afirma a secretária interina de Saúde, Larisse Silva.

De acordo com a secretária, antes do primeiro ano de vida, a dose não entra na conta do Calendário Nacional de Vacinação, é considerada a ‘dose zero’. Ou seja, o bebê continuará precisando tomar mais duas doses. A primeira com 12 meses de vida e a segunda aos 15 meses. “Se a criança já tomou as duas doses, ela não precisa mais tomar”, explicou.

Campanha

A campanha de vacinação contra o sarampo, que segue orientação do Ministério da Saúde, tem dois grupos como público alvo. A primeira etapa vai até o dia 25 de outubro e irá imunizar somente crianças de 6 meses a menores de 5 anos de idade. Já o segundo grupo, previsto para iniciar no dia 18 de novembro, será direcionado para adultos na faixa-etária de 20 a 29 anos que não estão com a caderneta de vacinação em dia.

Em Petrolina, foram notificados quatro casos suspeitos, porém, todos já foram descartados por critério laboratorial.

Sobre Petrolina News

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário