Slider[Style1]

Style10

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]

Do Acre a Pernambuco, mulher escondia nove pacotes com 10 quilos de cocaína em pasta na bagagem — Foto: Polícia Federal/Divulgação

Uma mulher, de 28 anos, vinda de Rio Branco, foi presa em flagrante por tráfico de drogas no Aeroporto Internacional do Recife/Guararapes - Gilberto Freyre, na Zona Sul da capital pernambucana. Segundo a Polícia Federal (PF), a mulher escondia nove pacotes com 10 quilos de cocaína em pasta na bagagem.

Essa foi a segunda mulher vinda do Acre para Pernambuco presa com cocaína em cerca de uma semana. As duas foram flagradas com drogas escondidas entre cobertores.

A prisão mais recente aconteceu durante fiscalização de rotina para repressão do tráfico de entorpecentes, na quarta-feira (29). Ao passar a mala pelo raio-X, os policiais identificaram uma mala de um voo vindo do Aeroporto de Rio Branco com diversos materiais orgânicos em formato de tabletes, escondidos em meio a um cobertor.

Ao abrirem a mala, acompanhados da dona da mala, os policiais encontraram os nove pacotes embalados em fita adesiva, que os policiais federais constataram ser cocaína em forma pastosa. Além da droga, também foram apreendidos documentos e um aparelho celular.

Segundo a PF, em depoimento, a mulher disse que fazia o transporte da droga porque precisava do dinheiro que teria sido oferecido, cerca de R$ 5 mil. Ela afirmou, ainda, que não foi a primeira vez que participou do esquema.

O nome da mulher não foi divulgado. Segundo a polícia, ela já havia sido presa por tentar entrar em um presídio de Rio Branco, no Acre, com documentos falsos.

Após ser conduzida para a Superintendência de Polícia Federal, no Recife, ela foi indiciada por tráfico interestadual de entorpecentes. Caso seja condenada, pode cumprir penas que variam de cinco a 20 anos de reclusão.

Caso semelhante

Essa é a segunda apreensão de cocaína feita pela PF, no Aeroporto dos Guararapes, neste ano. No dia 22 de janeiro, outra acriana, de 18 anos, foi presa ao desembarcar do estado com o entorpecente. Segundo a polícia, foram localizados 5,8 quilos de pasta base de cocaína e 1,2 quilos do entorpecente em pó na bagagem da passageira.

À polícia, a mulher prestou depoimento semelhante ao caso de quinta-feira (29) e disse que foi aliciada por uma mulher em Rio Branco em troca de R$ 5 mil pelo transporte do entorpecente.

Em 2019, dez pessoas foram presas no Aeroporto dos Guararapes – sendo 3 homens e 7 mulheres. Ao todo, foram apreendidos 60,2 quilos de cocaína e 30 quilos de skunk. As informações são do G1 PE.

Sobre Petrolina News

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário