Slider[Style1]

Style10

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]



Foto: Reprodução 

Com o aumento do volume de águas na barragem de Sobradinho (BA), a Agência Nacional de Águas (ANA) sinalizou para a Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf), a possibilidade de transferência de uma proporção para o Reservatório de Itaparica (PE), aumentando, assim, o seu volume útil (V.U.). Atualmente Itaparica encontra-se com um armazenamento em torno de 47%. O assunto foi abordado durante a última reunião de Avaliação das Condições de Operação dos Reservatórios da Bacia do Rio São Francisco, coordenada pela ANA, que ocorreu no dia 5 de maio.

Desta forma, ao longo dos meses de maio e junho, a Chesf, juntamente com o Operador Nacional do Sistema Elétrico – ONS, realizarão ações para atender a esta demanda em Itaparica, com a expectativa de atingir o nível de armazenamento superior a 75% (V.U.), devendo permanecer nessa faixa durante os meses até outubro.

O Reservatório de Itaparica apresenta capacidade de regularização de vazão e é de fundamental importância para os usos múltiplos ali situados, tais como: abastecimento humano e de agropecuária, geração de energia, controle de cheias, lazer, turismo, irrigação e piscicultura.

Além de equilibrar o volume de Sobradinho, os benefícios do aumento do volume do Reservatório de Itaparica significam maior disponibilidade de água para esses usos múltiplos.

Itaparica e suas características

O aproveitamento hidrelétrico de Itaparica tem sua Usina Luiz Gonzaga localizada no Rio São Francisco, no estado de Pernambuco, mais precisamente situada a 25 km após a cidade de Petrolândia/PE e 50 km antes do Complexo Hidrelétrico de Paulo Afonso. Apresenta uma capacidade de armazenamento de 10,7 bilhões de m³ e possui, além da função de geração de energia elétrica, a de regularização das vazões afluentes diárias e semanais daquelas usinas.

O reservatório de Itaparica possui sua faixa operativa entre as cotas 299,00 m (mínima operativa normal) e 304,00 m (máxima operativa normal), com um volume útil de 3,5 bilhões de m³. Na usina estão instaladas seis unidades geradoras, com potência unitária de 246.600 kW, totalizando 1.479.600 kW.

Sobre Petrolina News

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário