Slider[Style1]

Style10

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]



(Reprodução / Fantástico / TV Globo)

O Fantástico conseguiu autorização para entrar com a polícia e a atual diretora do colégio pelos portões que estavam fechados desde a morte dela.

No dia 10 de dezembro de 2015, uma tragédia abalou o povo de Petrolina, no sertão pernambucano. Exatos dois anos depois, o assassinato da menina Beatriz, de 7 anos, continua sem solução.

Para a polícia, homem que aparece em imagens de câmera de segurança é o principal suspeito de ter matado a menina Beatriz, durante a festa de formatura da irmã, dentro do mais tradicional colégio de Petrolina.

O Fantástico conseguiu autorização para entrar com a polícia e a atual diretora do colégio pelos portões que estavam fechados desde a morte de Beatriz. As informações são do G1 / Fantástico / TV Globo.

Sobre Petrolina News

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário