Slider[Style1]

Style10

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]

(Foto: Kirill KUDRYAVTSEV / AFP)



Neste domingo, aconteceu uma das corridas mais tensas e emocionantes nos últimos tempos da Fórmula 1. O GP do Azerbaijão, em Baku, foi marcado por muitas batidas e reviravoltas. O grande vencedor foi Lewis Hamilton, que aproveitou o erro de Sebastian Vettel e o azar de Valtteri Bottas para vencer a primeira na temporada. Kini Raikkonen teve uma excelente corrida de recuperação, já que o finalndês conseguiu ficar na segunda posição após ter que ir no box já na primeira volta. Já Sergio Perez conseguiu seu melhor resultado e fechou o pódio no 4° GP da temporada da F1. A próxima prova será no dia 13 de maio, quando os pilotos estarão em Barcelona, na Espanha, pela quinta etapa do circuito.

A prova – Apesar da prova ser uma das mais difíceis do circuito, a largada não teve muitas mudanças de posições. Vettel continuou na liderança, seguido de Hamilton e Bottas. Quem teve problemas foram Kini Raikkonen e Fernando Alonso. O finlandês da Ferrai teve problema no bico do carro e nos pneus e teve que ir para o box já na primeira volta. Já o espanhol passou por uma situação parecida: durante uma tentativa de ultrapassagem, o piloto da McLaren estourou o pneu dianteiro direito e teve que fazer o possível para conseguir levar o carro até os box.

Além disso, Occon e Sirotkin bateram na volta inicial e tiveram que deixa a corrida. Outro que teve que desistir da prova foi HUlkenberg, que pouco antes de perder o pneu traseiro, estava fazendo uma excelente corrida na quinta posição. Enquanto isso, Vettel continua sendo impecável e liderava a prova desde a primeira volta, não dando nenhuma brecha para que Hamilton tentasse assumir a primeira posição.

Depois de começar com problemas no carro, Raikkonen melhorava seu tempo a cada volta e no meio da prova, já estava na sexta posição. A dificuldade para o finlandês era ultrapassar um dos pilotos da Red Bull: tanto Ricciardo como Verstappen estavam muito consistentes e tentavam uma posição no pódio. Os dois companheiros estavam brigando lado a lado pela quarta posição e quase se colidiram em mais de um momento na prova.

A primeira mudança mais importante da prova foi na volta número 29, quando Bottas conseguiu ultrapassar seu companheiro de equipe Hamilton. O finlandês estava muito consistente e se mostrava confiante para tentar alcançar Vettel na primeira colocação, o que aconteceu poucas voltas depois, quando o piloto da Mercedes liderou a prova a partir da volta número 31.

O finlandês se manteve muito firme na liderança e não deixava Vettel diminuir a diferença entre os dois. Ao mesmo tempo, os companheiros de Red Bull continuavam “brigando” pela quarta posição. Depois de várias tentativas, o australiano Ricciardo conseguiu ultrapassar o holandês Verstappen e se apresentava como o piloto com mais chances de tirar a terceira posição do atual campeão Hamilton.

O momento mais impactante da prova foi no fim da prova. Ricciardo e Verstappen continuavam brigando pela quarta posição, porém desta vez os dois se chocaram de forma impressionantes e saíram da prova. Com isso, a Red Bull perdeu seus dois pilotos de uma vez só. A prova estava tão tensa que Grosjean bateu o carro mesmo com o Safety Car na pista, enquanto esquentava o pneu. O francês estava fazendo uma excelente corrida na sexta colocação, e com isso foi obrigado a deixa a prova.

Depois da saída do Safety Car, a corrida mudou por completo. Vettel tentou ultrapassar Bottas, porém assim que conseguiu a investida, não teve êxito para manter o carro na pista e caiu pra quarta colocação. O erro do piloto da Ferrari fez com que Hamilton assumisse a segunda posição e Raikkonen a terceira.

Logo em seguida, o momento mais importante da prova. Muito perto de vencer, Bottas teve o azar de passar o pneu por cima de um detrito que tinha na pista e estourou o pneu. O finlandês tentou, mas não tinha mais condições de se manter na corrida e com isso, Hamilton assumiu a liderança até o fim. As informações são da Gazeta Esportiva.

Sobre Petrolina News

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário