Slider[Style1]

Style10

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]

(Foto: andreas160578 / pixabay)


O litro da gasolina nos postos de combustíveis de Petrolina, no Sertão de Pernambuco, está custando R$ 4,72. O aumento foi motivado devido o preço do barril do petróleo no mercado internacional ter atingido a maior alta desde 2014. Nas ruas, os motoristas não ficaram nada satisfeitos com mais esse acréscimo.

Acostumado a abastecer em um posto que fica na estrada das Pedrinhas, o motoboy Luis Carlos da Silva viu o litro da gasolina aumentar 14 centavos. Ele, que costumava desembolsar cerca de R$ 180 por mês, vai ter que gastar mais. “Está difícil, porque como eu trabalho com entrega, a gente gasta muita gasolina. Fica pesado”, reclama.

Dono de posto, o empresário Diogo Lima cita a política de reajustes diário adotada pela Petrobras como um dos motivos para o aumento do preço do combustível. “A explicação é o acúmulo de aumento depois dessa nova política de preço da Petrobras. De junho do ano passado para cá, eles reajustam quase que todo dia. Como a gente está na ponta da cadeia, não consegue trabalhar com essa mesma política”, afirma.

Com os aumentos frequentes do combustível, o porteiro Josemar José Costa decidiu deixar o carro em casa e achou outra maneira para ir ao trabalho. “Às vezes eu ia [de carro] duas vezes na semana para o trabalho. Agora, eu vou de bicicleta. Economizei muito”, garante. As informações são do G1 Petrolina.

Sobre Petrolina News

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário