Slider[Style1]

Style10

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]

Prédio em chamas no Centro de São Paulo (Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros)

Um prédio de 24 andares pegou fogo e desabou na região do Largo do Paissandu, no Centro de São Paulo, na madrugada desta terça-feira (1º). O local era uma ocupação irregular, e moradores afirmam que o fogo começou por volta da 1h30 no 5º andar e se espalhou rapidamente pela estrutura.

Um homem era resgatado pelo bombeiros no momento que o prédio desabou. Ele ainda não foi localizado (veja vídeo abaixo)


Ainda não há um balanço oficial de feridos ou vítimas

Um prédio vizinho que havia sido atingido pelas chamas na madrugada voltou a pegar fogo por volta das 9h da manhã

A região está isolada, há interdições no trânsito nas imediações do Largo do Paissandu e linhas de ônibus foram desviadas

A queda do prédio destruiu também grande parte de uma Igreja Luterana localizada ao lado da construção

248 pessoas que estavam no prédio estão sendo atendidas pela prefeitura, segundo o secretário de Assistência Social

Prefeito estima que trabalho de retirada dos escombros deve durar uma semana.

Desabamento

O coronel Max Mena, do Corpo de Bombeiros, afirmou que o homem que caiu quando o prédio desabou já estava com equipamento de segurança para ser resgatado. Ainda na madrugada, ele chegou a ser considerado morto, mas pela manhã os bombeiros esclareceram que buscas serão feitas.

"A experiência diz que não é fácil encontrar alguém com vida", comentou o capitão Marcos Palumbo, porta-voz do Corpo de Bombeiros em São Paulo.

Os bombeiros chegaram a dizer que havia possibilidade de outras três pessoas estarem desaparecidas, mas não foi divulgado um balanço oficial.

Imagem de 2017 do prédio (esq.) que desabou no Centro de São Paulo (Foto: Reprodução/Google Maps)

O edifício alto e todo revestido de vidro ficava na esquina da Avenida Rio Branco com a Rua Antonio de Godoi e já abrigou uma repartição pública. Segundo os bombeiros, a condição do prédio contribuiu para que as chamas se espalhassem rapidamente. As informações são do G1





Sobre Petrolina News

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário