Slider[Style1]

Style10

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]

Reintegração de posse do Projeto Pontal (Foto: Plácido José Dias da Silva / Arquivo pessoal / Reprodução do G1)

As Polícias Federal, Rodoviária Federal e Militar cumpriram nesta terça-feira (8) dois mandados de mandados de reintegração de posse do Projeto Pontal, na zona rural de Petrolina, Sertão de Pernambuco. De acordo com a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), que moveu a ação judicial, famílias do Movimento Sem-Terra (MST) ocupavam o local ilegalmente, desde 2014, onde montaram dois acampamentos, o Dom Tomás e o Democracia.

Segundo a Codevasf, os integrantes do MST, utilizavam água e energia, captadas irregularmente do canal de irrigação, sem pagar pelo serviço. A justiça tinha determinado que as famílias desocupassem os locais até dia 28 de fevereiro deste ano, o que não aconteceu.

Durante a reintegração de posse, a polícia utilizou um helicóptero. Os integrantes do MST queimaram pneus, e colocaram objetos pessoais fora de casa.

A equipe da TV Grande Rio tentou chegar ao Projeto Pontal para fazer a reportagem, mas foi impedida por policiais. Segundo eles, todas as informações sobre a ação desta terça-feira serão repassadas depois em entrevista coletiva. As informações são do G1 Petrolina.

Sobre Petrolina News

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário