Slider[Style1]

Style10

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]

Foto: Jonas Santos

O São João de Petrolina 2018 repetiu o sucesso do ano passado também em um quesito muito importante: segurança. De acordo com dados divulgados pelas forças de segurança que atuaram durante as nove noites de festa no Pátio de Eventos Ana das Carrancas, mesmo com o aumento da capacidade do local, que passou de 80 mil em 2017 para 100 mil pessoas este ano, houve uma redução no número de ocorrências.

Daquelas apuradas pela delegacia móvel da Polícia Civil, instalada no espaço da festa, destaque para a queda no número de celulares furtados. Foram 85 em 2018, contra 130 no ano passado. Uma redução de 20% no total das ocorrências, onde nenhuma foi relacionada a furto ou roubo de veículos. A Polícia Militar também precisou ser menos acionada. As ocorrências caíram este ano em 35%. Exemplo disso é o número de pessoas detidas na festa, 171 agora contra 255 em 2017.

A Polícia Rodoviária Federal também tem o que comemorar em relação aos números do São João de Petrolina 2018. Com uma fiscalização mais intensa, com 988 veículos abordados, 63 motoristas foram autuados por embriaguez e nenhum acidente foi registrado. No mesmo período do ano passado, foram 648 abordagens, 69 autuações e três acidentes graves com cinco vítimas ao todo.

Enquanto isso, a Guarda Civil Municipal manteve em zero o índice de ocorrências relevantes registradas nas duas edições do São João de Petrolina. Este ano foram realizadas 225 abordagens que resultaram na prisão de nove pessoas por posse ou consumo de entorpecentes, dez por posse de arma branca e 15 por furto ou roubo. Além destas, outras 69 ocorrências de menor potencial ofensivo, como desentendimentos, desordem e prestação de socorro, foram registradas.

De acordo com o secretário-executivo de Segurança Pública de Petrolina, José Silvestre, os números provam o sucesso do trabalho integrado das forças de segurança do município. “Nós buscamos estabelecer uma parceria entre as polícias Militar, Civil e Rodoviária Federal e o Sistema Integrado de Segurança Pública de Petrolina que contempla AMMPLA, Disciplinamento Urbano e Guarda Civil Municipal. Dentro dessa proposta, mesmo com uma demanda maior de público, conseguimos repetir a nossa meta do ano passado que era não registrar ocorrências graves, exatamente como o nosso prefeito Miguel Coelho esperava ao nos dar mais essa grande missão. Somente com o envolvimento de todos, que merecem meus agradecimentos, conseguimos garantir a tranquilidade durante os nove dias de festa”, destaca Silvestre.

Sobre Petrolina News

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário