Slider[Style1]

Style10

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]

(Foto: Reprodução)

A Polícia investiga o assassinato do advogado André Ambrósio Ribeiro Pessoa, 46 anos, morto com cinco tiros no fim da tarde desta quinta-feira (12), em Caruaru, no Agreste. A vítima chegava na casa da ex-mulher, no Loteamento Itamaraty, para deixar a filha de um ano e a babá, quando foi abordado pelo assassino. O homem, ainda desconhecido, mandou que ele entregasse a criança para a empregada e em seguida ordenou que o advogado se ajoelhasse ao meio fio e disparou cinco tiros contra a cabeça dele. A ação criminosa foi presenciada pela filha da vítima e filmado pelo circuito de segurança, instalado na residência, que no Alto do Moura, ponto turístico da cidade. O assassino, que andava em um carro de cor prata, ainda não foi identificado.

André Ribeiro Pessoa ainda chegou a ser socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), mas não resistiu e morreu no local. O advogado, que morava na Avenida Boa Viagem, andava em um carro blindado. A Polícia ainda não sabe a motivação do crime, mas não tem dúvidas de que se trata de uma execução. Segundo a polícia, a vítima estava com R$ 1 mil no bolso, que não foi levado pelo assassino. O corpo do advogado foi encaminhado para o Instituto de Medicina Legal (IML), em Caruaru. O advogado é a 10º vítima de homicídio em Caruaru este ano e o 101º assassinato de 2018.
Na madrugada desta sexta (13), um carro cor de prata, suspeito de ter sido usado no crime, em Caruaru, foi apreendido pela Polícia, no bairro de Jardim Muribeca, em Jaboatão dos Guararapes. O veículo foi levado para o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), no Cordeiro. O carro estava com uma placa clonada e o condutor prestou depoimento e, em seguida, foi liberado. O veículo ainda está retido no DHPP e deve passar por uma perícia ainda nesta manhã de sexta-feira. As informações são do Diario de Pernambuco.

Sobre Petrolina News

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário