Slider[Style1]

Style10

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]


A Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) se manifestou sobre a multa de R$ 400 mil que recebeu da Agência Municipal do Meio Ambiente (AMMA) de Petrolina, nesta sexta-feira (7). Em nota, a empresa disse que “o rompimento da rede coletora de esgoto ocorreu devido à sobrecarga da água das chuvas, uma vez que o município não possui galeria de água pluvial“. A Compesa ainda disse que “irá recorrer da multa, além de tomar as providências processuais cabíveis sobre a falsa acusação”.

Acompanhe a nota, na íntegra:

A Compesa esclarece que o rompimento da rede coletora de esgoto ocorreu devido à sobrecarga da água das chuvas, uma vez que o município não possui galeria de água pluvial. Essa deficiência provocou o incidente e a Compesa já está consertando a tubulação.

Como o problema foi provocado pela própria Prefeitura que não construiu galeria de águas pluviais, a Compesa irá recorrer da multa, além de tomar as providências processuais cabíveis sobre a falsa acusação.

(Foto: Ascom PMP)

A Compesa contesta veementemente a acusação da Agência Municipal de Meio Ambiente de falta de manutenção da rede, pois trata-se de uma rede nova que passa por frequentes manutenções. Compesa.

Fonte: Blog do Carlos Britto

Sobre Petrolina News

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário