Slider[Style1]

Style10

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]

Ao longo das investigações, que já duram um ano e meio, polícia apreendeu armas, drogas e munições — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Integrantes de três grupos de tráfico de drogas foram presos na quarta-feira (2), em três operações da Polícia Civil realizadas em Timbaúba e Ferreiros, na Zona da Mata de Pernambuco. Ao todo, foram presos e apreendidos 26 adultos e adolescentes somente no dia da deflagração. Outras 41 pessoas já haviam sido detidas ao longo de um ano e meio de investigações.

Os detalhes das três operações foram divulgados nesta quinta-feira (3), pela Polícia Civil, em entrevista coletiva no Recife. De acordo com o delegado Rodrigo Leite, os três grupos atuavam de forma independente. “Não existia uma rivalidade tão grande, tão acentuada. Cada um ficava na sua área de atuação”, afirma.

As investigações começaram em março de 2018, quando houve um furto de uma arma de fogo e de entorpecentes no Fórum de Timbaúba. “Algumas testemunhas indicaram que um determinado grupo que atuava em um bairro teria sido responsável por esse furto, então começamos a investigar”, diz leite.

Por meio de interceptações telefônicas, a polícia conseguiu identificar dois outros grupos criminosos que atuavam em Timbaúba. “Alguns investigados não foram presos. Em relação a essas pessoas, as investigações continuam”, pontua o delegado.

Na quarta (2), dia da deflagração, foram apreendidos um revólver calibre 38 e 100 gramas de uma substância identificada como maconha. Ao longo da investigação, a polícia apreendeu dez quilos de maconha, 900 gramas de crack e dez armas de fogo. As informações são do G1 PE.

Sobre Petrolina News

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário