Slider[Style1]

Style10

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]



Pela primeira vez na história de Petrolina, a prefeitura fará um processo licitatório para reestruturar o sistema de transporte coletivo do município. Ônibus novos e com ar-condicionado são apenas algumas das exigências do contrato a ser firmado entre a gestão e a empresa que assumirá o serviço na cidade. Estas novas exigências foram discutidas durante uma audiência pública realizada na Câmara Municipal, na manhã desta sexta-feira (20).

O encontro realizado pela Autarquia Municipal de Mobilidade (AMMPLA) dá início ao processo histórico que deve assegurar à reestruturação. Durante mais de quatro horas, representantes da prefeitura apresentaram os requisitos da nova licitação e também ouviram às demandas dos usuários que sofrem há anos, principalmente, com o sucateamento da frota.

Para mudar a situação atual e aperfeiçoar o sistema de transporte coletivo, a prefeitura vai exigir que a nova empresa atenda uma série requisitos, entre eles, que 100% dos ônibus sejam equipados com ar-condicionado. Outra solicitação é a renovação da frota, sendo 80% dos ônibus 0 km (68 veículos novos e 18 seminovos). A administração municipal também exigirá todos os veículos com acessibilidade universal e com o menor tempo de espera (30% das linhas com intervalo máximo de 15 minutos e 65% com intervalo entre 16 e 30 minutos).

Para o diretor-presidente da Ammpla, Geraldo Miranda, as melhorias serão um grande marco no sistema de transporte coletivo de Petrolina. “O que a gestão está buscando é, acima de tudo, a dignidade para as pessoas que fazem uso do transporte coletivo. São meses de um trabalho intenso de toda a equipe da Ammpla que está focada em fazer os ajustes necessários para assegurar um bom serviço. Além disso, a partir desta nova licitação, a prefeitura terá mais condição de cobrar um serviço de excelência à empresa vencedora”, disse.

Apesar de todas as melhorias que devem acontecer no sistema, Geraldo afirma que o valor da tarifa do transporte público não será alterado. “O que estamos priorizando é qualidade no serviço e preço que deve manter-se ou quem sabe até reduzir”, explicou.

Usuária do transporte coletivo, a comunitária Eliete Alves, disse estar otimista para as melhorias. “Pelo menos até agora tudo que foi dito aqui deixa a gente com esperança né. Tomara que dê tudo certo mesmo para melhorar as coisas e acabar com este sofrimento”, ponderou.

Prazos:

De acordo com o secretário-executiva da Ammpla, José Carlos Alves, existem prazos jurídicos que podem variar durante o processo de licitação, apesar disso, a expectativa é que até o fim deste ano os usuários já possam desfrutar da nova frota com cerca de 80 veículos.

“Importante que o cidadão saiba que existe todo um processo jurídico por traz deste procedimento de licitação. Mas, o nosso trabalho tem sido feito com muita responsabilidade para que este novo serviço possa estar disponível aos usuários até o final deste ano”, finalizou. Pelos próximos 15 dias, qualquer cidadão poderá fazer suas sugestões sobre o processo de licitação através dos e-mails: ampla.pe@gmail.com e ainda pelo ammpla@petrolina.pe.gov.br .



Foto: Jonas SantosMagnólia Costa: Assessora de Comunicação

Sobre Petrolina News

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário