Slider[Style1]

Style10

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]

(Reprodução /Globoesporte.com / Créditos: Léo Lemos / Náutico)


Central e Náutico deixaram as emoções da final do Campeonato Pernambucano para o jogo da volta, no próximo domingo, na Arena de Pernambuco. Neste domingo, Patativa e Timbu fizeram um jogo de pouca inspiração no Estádio Luiz Lacerda, em Caruaru e não sairam do 0 a 0. O Central teve mais posse de bola, mas não conseguiu converter isso em boas chances. O Náutico criou pouco, mas Ortigoza teve duas boas chances e parou no goleiro França.

PRÓXIMO JOGO
A grande final do Campeonato Pernambucano acontece no próximo domingo, às 16h, na Arena de Pernambuco. Como não existe critério de gol fora de casa, quem vencer fica com o título. Qualquer empate leva a disputa para os pênaltis.

PRIMEIRO TEMPO
Faltou inspiração para o primeiro tempo da grande final do Campeonato Pernambucano. O Central teve mais posse de bola, mas não conseguiu dar um grande susto no goleiro Bruno. A Patativa rondou a área do Timbu e sofreu algumas faltas. Em uma delas, Vitão criou o lance mais perigoso para a equipe de Caruaru, mas Ortigoza mandou para escanteio. O Náutico atacou pouco e em uma das chegadas, Ortigoza quase marcou. Depois de passe de Robinho, ele chutou meio sem jeito, mas por pouco não engana França, que conseguiu se esticar todo e mandar para escanteio.

SEGUNDO TEMPO
A segunda etapa foi um espelho do segundo. As equipes seguiram sem mostrar inspiração e o Central, apesar de continuar com mais posse de bola, não conseguiu transformar isso em grandes chances. A Patativa teve algumas faltas para cobrar na entrada da área, mas faltou precisão nas bolas. E mais uma vez a melhor chance foi do Náutico. E novamente com Ortigoza, que obrigou França a fazer uma grande defesa aos 14 minutos.

Público: 14.080
Renda: R$ 398.980,00

O técnico Roberto Fernandes blefou antes do jogo ao divulgar a escalação do Náutico. O clube entregou um papel aos jornalistas com Wendel, Jobson, Júnior Timbó e Odilávio entre os titulares e Josa, Wallace Pernambucano, Rafael Assis e Ortigoza no banco de reservas. Só quando o time entrou em campo foi possível ver a escalação oficial, sem nenhuma surpresa. Questionado o motivo, Roberto alegou que mudou a escalação depois do aquecimento.

O Náutico perdeu um jogador importante no jogo deste domingo e preocupa para o restante da temporada. O volante Josa foi substituído no início do segundo tempo com muitas dores no joelho esquerdo. O jogador chorou bastante no banco de reservas.

O Central teve mais posse de bola, mas não conseguiu criar as melhores chances. O Náutico chegou com mais perigo, mas esbarrou todas as vezes no goleiro França, que fez pelo menos duas grandes defesas para segurar o 0 a 0. As informações são do GloboEsporte.com

Sobre Petrolina News

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário