Slider[Style1]

Style10

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]

Foto: Divulgação / SEDESDH

Com a proposta de garantir o direito de crianças e adolescentes a viver plenamente o período da infância, a Prefeitura de Petrolina está desenvolvendo diversas ações de enfrentamento ao trabalho infantil. Através da Campanha “Brincar, SIM. Trabalhar, NÃO”, o município está com equipes em pontos estratégicos da cidade realizando busca ativa e ações de conscientização.

As atividades da campanha, coordenada pela Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos (SEDESDH), começaram no último final de semana nas feiras livres dos bairros: Cohab Massangano, Areia Branca, São Gonçalo, João de Deus e Ouro Preto. Nesta segunda-feira (11), as equipes da Secretaria Executiva de Proteção Social Especial estiveram na feira livre do bairro José e Maria conversando com feirantes e com a população.

As ações de enfrentamento ao trabalho infantil também alcançarão o ambiente escolar. É que no próximo dia 15 de junho, as escolas Ana Leopoldina, localizada no bairro São Gonçalo e a escola Professora Odete Sampaio, localizada no bairro Jardim São Paulo, receberão a visita das equipes da SEDESDH onde serão promovidas palestras sobre a temática.

12 de junho | Dia Mundial Contra o Trabalho Infantil – O dia 12 tornou-se uma data para reflexão sobre o direito de todas as crianças à infância segura, à educação, livres da exploração infantil e de outras violações. Neste dia são realizados eventos e campanhas de sensibilização sobre a importância de se erradicar o trabalho infantil por todo o mundo.

Em Petrolina, a data será marcada pela ação ‘Brincando na Praça’ promovida na Praça do Bambuzinho, no centro da cidade. A partir das 9h, será realizada uma grande mobilização com atividades recreativas para as crianças. A Secretária de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, Onélia Morais, convida a população a abraçar essa causa.

“Precisamos do empenho de todos para combater o trabalho infantil em nossa cidade. A Prefeitura de Petrolina vem intensificando as ações, mas ainda precisamos da participação ativa de toda sociedade. O trabalho infantil é crime e precisa ser combatido”, disse.

Trabalho infantil – É todo trabalho realizado por crianças e adolescentes abaixo da idade permitida. No Brasil, a idade mínima para trabalhar é de 16 anos ou 14 anos na condição de aprendiz. Infelizmente, o trabalho infantil ainda é uma realidade para milhares de pequenos brasileiros. Privar a criança de brincar e estudar é tirar dela o direito de sonhar e ter uma vida normal.

Sobre Petrolina News

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário