Slider[Style1]

Style10

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]

Para Alberto Lima, a maior dificuldade é dar entrosamento ao time. — Foto: Amanda Lima 

Na tarde desta terça-feira, o presidente do Petrolina, Jeferson Oliveira de Freitas esteve no estádio Paulo Coelho para apresentar o local ao novo técnico do time, José Alberto Lima.Poucas horas depois de chegar à cidade, o treinador falou do planejamento para compensar o atraso na formação do elenco.

- Nós estamos verdadeiramente muito atrasados. Geralmente uma equipe começa [a preparação] três meses antes. Nós temos 24 dias, porque dia 20 já tem jogo e a gente vai apresentar dia 26. Então a gente vai fazer uma pré-temporada de dez dias e com mais uma semana, um amistoso, para depois ir para o jogo. Realmente está muito corrido, mas assim, pela experiência não vejo bicho de sete cabeças para montar uma equipe e nem tampouco para jogo - explicou Lima.

Para o técnico, a principal preocupação é o entrosamento entre os atletas que formarão o time.

- A única preocupação nossa é a questão de entrosamento, mas junto com o presidente, a diretoria do Petrolina, nós estamos procurando peças que já jogaram junto. A gente conhece algumas, para poder não ter tanta dificuldade na hora do entrosamento e junto com os atletas que foram campeões aqui de Petrolina. Com certeza vamos fazer um excelente trabalho. E ai a gente vai colocar um pouco de jogadores experientes com jogadores novos. Podemos mesclar e com certeza vai dar liga e vai dar o que falar aqui em Petrolina - concluiu.

De acordo com o presidente do clube, o objetivo da equipe na competição, é se manter na elite do futebol Pernambucano.

- O nosso desafio em tese é deixar o time na primeira divisão e vamos ter o desafio financeiro. Vamos sentar com o prefeito que sempre foi parceiro nosso. A gente tem algumas empresas que ajudaram a gente no A2 que vão ajudar a gente agora e trabalhar com os pés no chão. Se a gente tiver R$100 mil, vamos trabalhar com a folha de R$100 mil. Se tiver R$50 mil, vamos trabalhar com a folha de R$50 mil. Vamos fazer de acordo com a realidade da gente e com fé em Deus continuar com o time na primeira divisão, brigando para ser uma das potências do estado - declarou Jeferson. As informações são do GloboEsporte.com / Petrolina.

Sobre Petrolina News

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário