Slider[Style1]

Style10

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]

(Foto: Ilustração)



Uma mulher foi presa nesta sexta-feira (27), suspeita de clonar redes sociais para pedir dinheiro em Petrolina, no Sertão Pernambucano. De acordo com a Polícia Civil, pelo menos três pessoas foram vitimas desse golpe.

Uma das vítimas, que prefere não ser identificada, depositou R$ 700 para uma amiga. O pedido para o depósito foi feito pela rede social da pessoa. "Veio falando se eu tinha algum aplicativo de banco. Aí eu disse que tinha, mas ela pediu pra eu fazer uma transferência eu disse: 'Eu não sei fazer transferência' e ela: 'Mas tem como você depositar?' e eu disse: 'Você tá precisando de quanto?' e ela: 'de 700 reais'. Aí eu disse: 'Pronto, tem uma lotérica aqui perto de casa. Eu vou lá e deposito'. Aí assim que eu depositei eu mandei a foto do comprovante. Foi quando minha amiga viu que não tinha sido ela", explicou.

A amiga que teve a rede social clonada também prefere não se identificar. Ela alega que não estava conseguindo acessar o aplicativo, quando percebeu que a conta estava sendo usada por outra pessoa. "É chocante, porque é uma coisa que você não espera. Eles foram muito inteligentes, eles conseguiram fazer tudo sem precisar de nenhum código de verificação no meu e-mail, nem sem nenhuma confirmação no meu whatsapp. E até hoje recebo mensagem das pessoas perguntando se era eu que estava falando".

A suspeita de estar aplicando o golpe foi identificada. "Infelizmente não pode haver a prisão em flagrante dela. Vai ser instaurado inquérito policial, ela vai ser interrogada e responderá em liberdade", declarou o delegado Glaukus Menck.

A suspeita vai responder pelo crime de estelionato. A pena pode variar entre um e cinco anos de reclusão, além de multa. As informações são do G1 Petrolina.

Sobre Petrolina News

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

1 comentários: