Slider[Style1]

Style10

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]

(Foto: Divulgação/PRF)

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu na noite desta quarta-feira (05), aproximadamente 120 kg de maconha escondidas no compartimento de bagagem de dois ônibus que saíram do estado de São Paulo com destino a cidades turísticas do Nordeste. Os flagrantes ocorreram durante fiscalização da PRF no KM 836 da BR 116, em Vitória da Conquista.

Por volta das 19 horas, agentes da PRF abordaram um ônibus que saiu de São Paulo (SP) com destino a Maceió (AL). Com uma passageira de 19 anos, moradora de Lagarto (SE), foram encontrados 40 quilos de maconha, dentro de duas malas que estava no bagageiro do veículo. Aos policiais, ela disse que a droga foi entregue em uma pousada na capital paulista e entregaria na cidade de Aracaju (SE). Disse ainda que receberia 1.500 reais pelo transporte do entorpecente.
Às 23h30, os PRFs abordaram um segundo ônibus que seguia de Santos (SP) para Aracaju (SE). Ao subir no veículo e conversar com os ocupantes, os agentes perceberam um nervosismo incomum em duas passageiras. Entrevistadas, ambas apresentaram diversas informações inconsistentes acerca do destino e motivo da viagem.

Diante da fundada suspeita, a equipe decidiu aprofundar à fiscalização no ônibus. Durante os procedimentos padrões de checagem do compartimento de bagagens, foi encontrado 80 kg de maconha prensada, embaladas em 78 (setenta e oito) pacotes.

Foi realizada a checagem das bagagens e identificado os responsáveis pela maconha. Cada passageira transportava 40 quilos do entorpecente.

Questionadas, as passageiras disseram não terem nenhuma relação entre elas. As duas brasileiras afirmaram que levariam a droga para Aracaju (SE) e receberiam 1.500 reais pelo serviço.

Diante dos fatos, foi dada a voz de prisão as infratoras e todas foram encaminhadas com a droga à Delegacia da Polícia Judiciária, para os procedimentos cabíveis. Elas responderão na Justiça pelo crime de tráfico de drogas (art. 33 da lei de tóxicos).



(Foto: Divulgação/PRF)

RECORDE HISTÓRICO

O volume de drogas apreendidas pelos policiais rodoviários federais no ano passado saltaram de 6 toneladas em 2018 para quase 17 toneladas em 2019. Deste total, 15,3 toneladas são de maconha; 1,3 tonelada de cocaína; e 123 quilos de crack. No ano de 2018, foram apreendidos 5,8 toneladas de maconha; 309 quilos de cocaína; e 138 quilos de crack. Os números apresentados em 2019 representam um aumento de 161% de maconha e de 318% na apreensão de cocaína, quando comparados a 2018. Esse volume é o maior de toda a série histórica de drogas retiradas de circulação da PRF no estado.
A PRF apertou o cerco ao narcotráfico e alguns fatores contribuíram para esses resultados como o investimento na capacitação do efetivo, a implementação da tecnologia, a utilização de cães farejadores, as ações integradas com outras forças policiais e o aumento das ações de inteligência.

É a Polícia Rodoviária Federal, reiterando mais uma vez seu comprometimento com a proteção dos brasileiros; seu profissionalismo no fortalecimento da segurança pública; e sua participação na construção de um Brasil mais ético e justo.

Sobre Petrolina News

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário