Slider[Style1]

Style10

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]



(Foto: Reprodução / TV Globo)

O prefeito Marcelo Crivella anunciou em entrevista nesta quarta-feira (25) que vai publicar um novo decreto, atualizando o que determinou o fechamento do comércio na cidade.

Segundo as novas medidas, serão retomadas do atendimento de lojas de conveniência nos postos de gasolina e de lojas de material de construção. O anúncio aconteceu após o pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro em que ele pediu reabertura de comércio e escolas e fim do "confinamento em massa".

“A partir da 0h de sexta-feira (27), os postos de gasolina voltam a abrir as lojas de conveniência. Não pode entrar para consumir no local. Você retira [produtos] e vai embora”, afirmou.

No início da tarde, em uma de suas redes sociais, ele reforçou, dizendo: "começaremos a abrir, aos poucos, alguns comércios, como lojas de material de construção e lojas de conveniência (postos de gasolina). Crivella voltou a pedir para evitar aglomerações nesses locais e disse que a quarentena é decisiva.

"Se todos colaborarem, seguindo as medidas, em 15 dias poderemos retomar as normalidades. A quarentena é decisiva", postou.

No final da tarde, a prefeitura divulgou uma nota em que o prefeito nega "veementemente" a abertura total do comércio. Ele reforçou que apenas lojas dos postos de gasolina, porque vendem alimentos e produtos de limpeza e higiene, e as de material de construção estão autorizadas.

"Nenhum outro tipo de lojista está autorizado a abrir as portas e, nos próximos 15 dias, a orientação é para seguir rigorosamente o período de afastamento social", afirma a nota.

Recomendações

No caso das lojas de material de construção, o prefeito lembrou que, além das obras que estão sendo realizadas em toda a cidade, as lojas também vendem material de limpeza e equipamentos de proteção individual que podem ser necessários nesse momento de pandemia.

Crivella reforçou que nas lojas de conveniência, será proibida a permanência dos clientes, que só poderão comprar e sair.

As proibições tinham sido publicadas em um decreto de Crivella, na semana passada, que determinava o fechamento do comércio, com algumas exceções.

Pronunciamento de Bolsonaro

“Eu agradeço muito a lição de otimismo, de fé, que o presidente da República conclamou a nação para a retomada da nossa economia. Hoje, a palavra é de absoluta confiança nas medidas tomadas e na retomada das nossas atividades”, disse Crivella.

“Peço que mantenham o otimismo. Nós vamos vencer essa crise e vamos sair muito mais fortes do que entramos”, pediu.

Passageiros podem ser retirados de ônibus

Segundo o prefeito, os ônibus comuns não estão andando lotados, mas a situação não é a mesma nos BRTs, que continuam cheios. Na Transoeste, para evitar aglomerações e maior possibilidade de contaminação, o prefeito disse que pode ser necessário retirar do ônibus o passageiro que estiver em pé.

“Junto com a Polícia Militar, nós estaremos fazendo uma vigilância muito forte. Pode acontecer que o ônibus seja parado, que as pessoas que estão em pé sejam chamadas a descer. Nos seis mil ônibus comuns, não estamos tendo passageiros em pé. No BRT, isso vem acontecendo. Pedimos ajuda para fazer essa fiscalização. Vamos evitar esse risco altíssimo de contágio”, pediu Crivella.

Idosos em hotéis

O prefeito também disse que já começou o processo de encaminhamento de idosos que vivem em comunidades para hotéis.

“Estamos levando 300 idosos para 2 hotéis. Esses idosos correm alto risco de gripe”, explicou o prefeito durante a coletiva de imprensa no Riocentro. A expectativa é que mil idosos sejam contemplados."

O abrigo nos hotéis acontecerá apenas se os idosos aceitarem o convite, o que não é obrigatório. Segundo a Secretaria Municipal de Assistência Social, três hotéis já fecharam a parceria com a prefeitura. Os hotéis ficam na Barra da Tijuca e Jacarepaguá, na Zona Oeste, e na Gamboa, no Centro da cidade, e somam 300 quartos.

Os hotéis foram escolhidos pela proximidade com os locais que têm registrado o maior risco de contaminação do novo coronavírus.

A relação dos idosos monitorados pela secretaria Municipal de Saúde foi entregue no início da tarde desta quarta. Equipes da assistência social já estão realizando convite a essas pessoas para que ocupem esses quartos de hotéis.

O prefeito ainda agradeceu o apoio da sociedade carioca por ter adotado as medidas solicitadas pelo poder público municipal. As informações são de Henrique Coelho, G1 Rio.

Sobre Petrolina News

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário