Slider[Style1]

Style10

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]

TRT da 6ª região fica no Recife (Foto: Reprodução/Google Street View)


Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região (TRT-6), no Recife, divulgou, nesta segunda-feira (5), o edital para o concurso público. De acordo com o texto, publicado no Diário Oficial da União, o objetivo do certame é contratar 32 técnicos e analistas de Judiciário, além de formar cadastro de reserva. As inscrições começam na quinta-feira (8) e seguem até 6 de março, pela internet.

Veja o edital completo

Para se inscrever, os interessados devem entrar no site da Fundação Carlos Chagas (FCC). A taxa custa R$ 52,50 para os candidatos aos cargos técnicos e R$ 67,50, para quem pretende disputar as vagas de analista. Haverá cotas para negros (20%) e deficientes (5%).

Os salários oferecidos são de R$ 6.708,53 para os cargos técnicos. Para o nível superior, o tribunal informa que os vencimentos chegam a R$ 11.006,82.

Os candidatos de nível superior vão poder disputar as vagas para as seguintes áreas: oficial de Justiça avaliador federal, administrativa, clínica médica e tecnologia da informação. Para quem tem Ensino Médio, a opção é para técnico judiciário nas áreas administrativa e de segurança.

O concurso Público terá validade de dois anos, a contar da data da publicação da homologação do resultado final. Ele pode ser prorrogado pelo mesmo período, a critério do Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região.

Provas

As provas ocorrerão no dia 29 de abril, no Recife. Elas contarão com 70 questões de conhecimentos básicos e específicos e terão duração de quatro horas de duração.

O teste discursivo será composto por redação ou estudo de caso, conforme a especialidade pretendida. Haverá, ainda, a etapa de prova prática de capacidade física para o cargo de técnico judiciário na área de segurança.

As informações sobre horários das provas serão divulgadas no dia 13 de abril, por meio de edital de convocação, a ser publicado no Diário Oficial da União e no site da FCC.



Fonte: G1 PE

Sobre Petrolina News

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário