Slider[Style1]

Style10

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]

(Foto: Reprodução / twitter.com/nauticope)

O dia era de festa para a torcida do Náutico. Há exatos 50 anos, o Timbu conquistava o Campeonato Pernambucano pela sexta vez consecutiva na série que é a maior do torneio até agora. E neste sábado, o Timbu entrou em campo na Arena de Pernambuco para tentar vencer o Juazeirense e encaminhar a classificação para a próxima fase da Série C do Campeonato Brasileiro. Parecia que a festa ficaria apenas para celebrar o passado, mas no último minuto, o atacante Ortigoza marcou o gol da vitória do Timbu.

O Náutico agora chega aos 26 pontos e encosta no Atlético-AC, que lidera o Grupo A da Série C. O Timbu ainda não assume a liderança pelo saldo de gols. O Juazeirense fica com 16 pontos e pode entrar na zona de rebaixamento.

PRIMEIRO TEMPO
Jogando em casa, o Náutico teve mais posse de bola no primeiro tempo e procurou o gol com mais eficiência, mas nem sempre conseguiu passar pela barreira defensiva do Juazeirense. Bryan assustou num chute de fora da área e Robinho quase marcou num lance de cabeça. Do outro lado, o único susto em Bruno foi num chute de fora da área de Jussimar. A bola parecia ter endereço certo, mas desviou em Josa e salvou o Timbu.

SEGUNDO TEMPO
Se o primeiro tempo não foi de grandes lances, faltou ainda mais inspiração na segunda etapa. O Náutico seguiu com mais posse de bola, mas novamente bateu e não conseguiu furar o bloquei do time baiano. O grande lance foi num chute de fora da área, e de muito longe, de Ortigoza, mas o goleiro Tigre salvou o Juazeirense. Ortigoza ficou no quase no chute de longe, mas dentro da pequena área, na sua especialidade, não perdoou. No último minuto, aproveitou cruzamento de Luiz Henrique e mandou de cabeça para fazer a festa do Timbu.

Antes do jogo, o Náutico comemorou junto aos torcedores o cinquetenário do Hexacampeonato Pernambucano. O atacante Ramos, autor do gol do título que fechou a sequência em 1968 entrou no gramado da Arena de Pernambuco com uma das taças daquela conquista. Informações do GloboEsporte.

Sobre Petrolina News

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário