Slider[Style1]

Style10

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]

Arte: CDL Petrolina


Antes da chegada do bom velhinho, data mais esperada para o comércio, vem o Dia das Crianças, trazendo uma expectativa de vendas e sinais de como pode ser o desempenho no período natalino. Pensando nessa data, a CDL Petrolina realizou uma pesquisa com as principais lojas de brinquedos e confecções infantil do município.

De acordo com os lojistas é esperado um aumento em torno de 4% nas vendas e para que estes números sejam alcançados ou até mesmo ultrapassados, muitos empresários estão buscando métodos de garantir suas vendas, investindo principalmente em atividades para crianças durante as compras, brindes, participação de personagens e uma decoração caprichada. Já no país a expectativa de aumento chega as 2%.

Apesar da lenta retomada da economia refletir no ânimo dos brasileiros, a maioria dos consumidores (72%) deve ir às compras este ano no Dia das Crianças — em especial as mulheres (77%). É o que revela pesquisa realizada pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) em todas as capitais. No ano passado, 67% compraram presentes na data. Para 2018, a expectativa é de que o varejo movimente cerca de R$ 9,4 bilhões.

O Dia das Crianças representa a última festa comemorativa antes do Natal e dará sinais de como será o desempenho das vendas no final do ano. “As intenções de compra da data servirão de termômetro para o fim de ano, ao trazer as primeiras impressões do que deve acontecer no Natal, principalmente em um momento que o poder de compra das famílias continua sendo afetado pelas dificuldades econômicas”, explica a economista-chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti.

O gasto médio de cada consumidor com presentes será de R$ 187. Maioria pretende pagar produtos à vista e 80% pesquisarão preços antes de comprar; entre os inadimplentes que querem adquirir presentes, 69% estão negativados.



Carla Farias – Ascom CDL Petrolina

Sobre Petrolina News

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário