Slider[Style1]

Style10

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]

Penitenciária Dr. Edvaldo Gomes. (Foto: Blog do Carlos Britto)

O detento José Heldo da Silva, de 38 anos, encontrado morto nesta terça-feira (4) na Penitenciária Dr. Edvaldo Gomes, em Petrolina, estava em uma cela individual. A informação é da Secretaria Executiva de Ressocialização de Pernambuco (Seres-PE), que administra os presídios do estado.

Em nota, a Seres-PE disse que o fato aconteceu por volta das 9h. “O corpo foi encaminhado ao Instituto de Medicina Legal, onde foi confirmado o suicídio como causa do óbito“, reforça a nota.

José Heldo da Silva estava preso pelo estupro de sua enteada – uma menina de 2 anos – na cidade de Araripina (PE), no Sertão do Araripe. Segundo informações, ele foi encontrado morto com uma corda envolta do pescoço.

Como este Blog mostrou, ele havia sido preso no bairro Antônio Guilhermino, em Juazeiro (BA), na última sexta-feira (31/05). José Heldo estava foragido desde o dia 6 de maio, quando o crime foi registrado.

O caso

A prisão de José Heldo da Silva aconteceu em conjunto com as polícias Militar (PM) e Civil (PC) de Pernambuco e da Bahia. O estupro aconteceu no dia 6 de maio, na Rua Coração de Jesus, no bairro Alto da Boa Vista, em Araripina. A mãe da vitima relatou que seu marido ficou em casa com a criança, enquanto ela teria ido buscar a sua outra filha na escola.

Ao retornar, a mulher encontrou a menina chorando e o colchão sujo de sangue, foi quando ela levantou a roupa da vítima e percebeu que ela tinha sido estuprada. O suspeito fugiu e só foi localizado na última sexta-feira. As informações são do Blog do Carlos Britto.

Sobre Petrolina News

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário