Slider[Style1]

Style10

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]

(Foto: Reprodução / Blog do Carlos Britto)

O gerente regional da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), João Raphael, contestou na tarde de hoje (2) o secretário de Infraestrutura, Mobilidade e Serviços Públicos, Fred Machado, por conta de um novo estouramento numa rede de tubulação da empresa. O local, desta vez, foi na Estrada da Banana, onde a prefeitura realiza uma obra de duplicação e alargamento da via pública.

Lamentando que o problema vai atrasar os trabalhos da prefeitura e acarretar prejuízos aos moradores daquela área, Fred alegou que a Compesa tem uma lista de todas as ruas e avenidas que passarão por uma duplicação. Esse levantamento foi entregue numa reunião ocorrida em meados de julho, entre representantes da prefeitura e da Companhia.

Em declaração feita à Rádio Jornal, João Raphael explicou que não houve um tempo hábil para a Compesa elaborar um projeto solicitando tubulações para desviar a rede de água que passa pela Estrada da Banana.
“A prefeitura não resolveu duplicar a Estrada da Banana do dia pra noite. Ela passou por um projeto, verificou-se quais eram as interdições necessárias a se fazer, inclusive na rede de abastecimento de água. Só que a gente só foi comunicado dessa obra a partir do momento que a obra foi licitada e estava para iniciar o serviço. Aí ele (secretário) teve tempo pra projetar. A gente não. Então, o que a gente pode fazer foi rebaixar. Mesmo assim foi dito na reunião que isso ia minimizar o problema, mas não ia resolver”, afirmou.

João explicou que para uma intervenção desse porte, a prefeitura usa maquinário pesado, o que pode ter causado o rompimento. Ele assegurou que uma equipe da Compesa vai trabalhar no local para sanar o problema ainda neste fim de semana. As informações são do Blog do Carlos Britto.

Sobre Petrolina News

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário