Slider[Style1]

Style10

Style3[OneLeft]

Style3[OneRight]

Style4

Style2

Style6

Style5[ImagesOnly]

Foto: Família

A família de Arnaldo Ribeiro Campos, de 62 anos, busca ajuda para o tratamento do idoso, que está internado há 15 dias na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Universitário de Petrolina, esperando por uma cirurgia na coluna. Os parentes reclamam da falta de material para o procedimento e contam que o paciente piorou depois do internamento.

“Esses dias que meu pai ficou lá, ele pegou uma bactéria na ferida, o que piorou o sofrimento dele. Os médicos chegaram a levá-lo para a sala de cirurgia, mas adiaram o procedimento porque disseram que o pino que iriam colocar na coluna dele não chegou ainda do Recife”
, lamentou a filha Raquel Alves Macedo, que seguiu com o apelo emocionado.

“Eu trabalho, não tenho como ficar o tempo todo com ele. Minha irmã, que é depressiva, está tendo que revezar os cuidados com meu pai. Minha mãe também é idosa, e só tem a gente para cuidar dele. Meu coração está angustiado porque não sei mais o que fazer, além de vê-lo gemendo de tanta dor”
, desesperou-se.

Arnaldo e a família moram em uma casa alugada no bairro do José e Maria, zona norte de Petrolina. Para se dedicar à saúde do pai, Raquel disse que as três filhas estão sacrificando seus trabalhos e um curso técnico em Enfermagem.

“Já falamos com o hospital pedindo que realizem o procedimento, mas ninguém toma providência. Nossas finanças estão piorando, estamos desesperadas temendo o pior acontecer, e eu gostaria muito que as autoridades competentes nos ajudassem”
, conclui a filha.

Hospital Universitário

A reportagem é do Blog do Carlos Britto, que entrou em contato com o Hospital Universitário (HU), que confirmou a falta de material para a realização da cirurgia. Disse acompanhar o quadro de saúde de Arnaldo Ribeiro Campos e que, nesta quinta-feira (5), dará informações mais aprofundadas sobre o caso.

Sobre Petrolina News

«
Próximo
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Poste um Comentário